Novos AgustaWestland AW139 para a Polícia Estadual de Maryland/EUA

A polícia estadual de Maryland/EUA (Maryland State Police) recebeu seus primeiros seis novos helicópteros AgustaWestland AW139. Os novos helicópteros são os primeiros de um lote de 10 aeronaves encomendadas.

AW139

As novas aeronaves AW139 irão renovar a frota atual da polícia estadual de Maryland, que atualmente tem 11 helicópteros, sendo que 10 deles têm mais de 20 anos de idade.

Os novos helicópteros irão permitir que o Comando de Aviação da Polícia do Estado de Maryland mantenha sua capacidade multimissão de realizar missões de resgate aeromédico, busca e salvamento e policial.

As tripulações da unidade irão iniciar um extenso treinamento nas novas aeronaves para familiarizar-se com as novas capacidades aéreas e médicos disponíveis.

Os helicópteros AW139 serão distribuídas para uma das sete bases de helicóptero, mas as primeiras missões reais, seja aeromédica ou policial, somente irão acontecer no segundo semestre do ano.

AW139 Maryland

Fonte: Maryland State Police

5 COMENTÁRIOS

  1. Prezado Barbosa, bom dia.
    Realmente as aeronaves AW139 são de fato máquinas de altíssimo nível e com desempenho elevadíssimo. Contudo, a aquisição de aeronaves precisa ser pautada por alguns critérios técnicos, dentre eles, a finalidade para a qual se destina, as missões que executará, o recurso existente para manutenção dentre outros fatores. A análise do conjunto de fatores direciona as compras (no bom sentido, claro!) visando adequar a necessidade à realidade da operação. Desta forma, todo órgão público que opera aeronaves possue os equipamentos que preenchem tais fatores/requisitos. No caso do Brasil, especificamente, dificilmente veremos uma Polícia adquirindo modelos AW139 para figurar como “Vetores” principais de atuação, mas sim e apenas como aeronaves complementares da atividade fim, ou seja, para determinadas missões ocasionais ou de rotina menos assídua. Não tenha dúvidas de que o mundo aeronáutico possue máquinas muito boas para as atividades que os órgão públicos exercem (EXs.: AS50, AW119, Bell 407, MD500/520) sem a necessidade de tentarmos copiar modelos Europeus ou Norte Americanos. Sua expectativa é verdadeira e eu também, como piloto de asa rotativa que sou, gostaria de ver nossas instituições operando tais máquinas, mas entendo e sei que o melhor para a atividade e sociedade ainda é buscar a melhor relação custo-benefício-operacionalidade na hora da aquisição de qualquer aeronave. Att. Ten Tassinari – Comandante de Opérações Aéreas – PMMG – BTL RPAer

  2. Parabéns a Polícia Federal que mais uma vez demonstra sua visão holística e visionária com tal aquisição. Suas missões específicas denotam a viabilidade e a real necessidade do emprego de uma máquina do porte do AW139 para o cumnprimento de determinadas missões/ações. Mais do que empregar o AW 139 a PF estará fomentando a idéia de uma polícia forte, moderna e capacitada a todos seus integrantes e aos demais operadores de segurança pública no Brasil, América Latina e demais países e continentes. Uma instituição policial que representa toda uma nação não pode ficar atrás do desenvolvimento tecnológico e operacional do resto do mundo! Parabéns mais uma vez à PF por manter-se atualizada e sempre acompanhando as tendências e melhorias da aviação e da segurança pública qualificada. Att. Ten Tassinari – Comandante de Opérações Aéreas – PMMG – BTL RPAer

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

4 × 5 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários