Policial Militar de Minas Gerais comemora o dia do policial militar aviador

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Minas Gerais – Na tarde do dia 23 de outubro de 2014, foi realizada solenidade no Hangar do Batalhão de Radiopatrulhamento da Policia Militar de  Minas Gerais, no Aeroporto Carlos Drumond de Andrade, Pampulha, para comemorar o dia do policial militar aviador, instituído pela lei nº 21.427 de 18 de junho de 2014. U reconhecimento aos relevantes serviços aeropoliciais prestados pela PMMG desde 1987, época da criação da unidade.

A cerimônia contou com a presença de autoridades civis e militares e teve como pauta a apresentação publica dos oficiais concursados para a realização do curso de piloto privado de helicópteros/Comandantes de operações Aéreas; entrega dos Certificados de Habilitação Técnica aos recém checados pilotos comerciais de helicóptero; Promoção de três novos comandantes de aeronaves de asas rotativas e entrega de medalhas de mérito militar graus prata e bronze aos militares da Unidade.

O curso de piloto comercial de helicóptero visa habilitar os pilotos da corporação na pilotagem de aeronaves nos termos da legislação vigente. para tanto, o militar concludente do curso deve superar longa, necessária e criteriosa formação, desde o ingresso mediante concurso de seleção até a aprovação nos testes práticos avançados que visam a aferir as habilidades e competências adquiridas durante este processo, o qual perpassa por diversas etapas, a saber:

  • Curso teórico de piloto privado, com aprovação na banca da ANAC;
  • Instrução prática para obtenção da habilitação de piloto privado, com aprovação em exame prático;
  • Curso de comandante de operações aéreas;
  • Curso teórico de piloto comercial, com aprovação na banca da ANAC, e;
  • Instrução prática para obtenção da habilitação de piloto comercial, com aprovação em exame prático.

Foram apresentados à sociedade mineira 05 (cinco) novos pilotos comerciais de helicóptero da polícia militar de minas gerais, que foram aprovados no cheque prático de pilotagem e cumpriram mais uma etapa para que futuramente possam assumir o comando de aeronaves.

Foto: O Ten Cel Ledwan Salgado Cotta, acompanhado do Agente Carlos Victor Teixeira, piloto de helicópteros da PCMG, realizam a entrega do Certificado de Habilitação Técnica – CHT a Ten Denísia Ferreira Oliveira Souza, que no ato representou todos os novos pilotos comerciais de helicóptero da PMMG checados no ano de 2014.
Foto: O Ten Cel Ledwan Salgado Cotta, acompanhado do Agente Carlos Victor Teixeira, piloto de helicópteros da PCMG, realizam a entrega do Certificado de Habilitação Técnica – CHT a Ten Denísia Ferreira Oliveira Souza, que no ato representou todos os novos pilotos comerciais de helicóptero da PMMG checados no ano de 2014.

Foram aprovados em check de piloto comercial de helicópteros no corrente ano outros quatro oficiais:

  • Cap PM Leonardo de Castro Ferreira
  • Cap PM Marcelo Ribeiro Vilas Boas
  • Cap PM Tiago Amorim Pescara
  • Ten PM Carlos Henrique Dutra de Miranda

Nas atividades aéreas de segurança pública voa-se nos limites de performance da máquina e do homem devido ao tipo de operação que envolve salvamento de pessoas, transporte de tropa para ocorrências complexas, combate a incêndio florestal, apoio a equipes de solo em ocorrências policiais, resgate em locais de difícil acesso, entre outros tipos de missões policiais onde o tempo de resposta é pequeno e precisa de uma decisão rápida e acertada pela equipe gerenciada por este futuro comandante de aeronave que agora inicia sua caminhada.

Um rígido processo seletivo foi imposto a cada um dos oficiais aqui presentes, que conquistaram seu espaço por merecimento, sendo agora alunos do curso de piloto privado de helicóptero/comandante de operações aéreas.

Foto: Os seis novos alunos do curso de PPH/COA, sendo apresentados publicamente durante a solenidade e recebendo o tradicional: Seja bem vindo a bordo!
Foto: Os seis novos alunos do curso de PPH/COA, sendo apresentados publicamente durante a solenidade e recebendo o tradicional: Seja bem vindo a bordo!

Realizou-se também a apresentação dos 7 alunos do curso de piloto privado de helicóptero  e comandante de operações aéreas do ano de 2014.

Agora se inicia um grande desafio por parte dos alunos e instrutores, principalmente por sermos serem bípedes e implumes incapazes de voar por nós próprios, mas que desafiaremos, como nossos antepassados, a gravidade para fazer com que o invento de Dumont, possa fazer cumprir o sonho de Tiradentes de segurança e liberdade de um povo.

Com estes oficias inicia-se a 10ª geração de pilotos de aeronaves de asas rotativas da PMMG, que agora assumem a árdua missão de manter em atividade o radiopatrulhamento aéreo em minas gerais e de fomentar sua evolução, assumem o compromisso de desenvolver as habilidades necessárias para levar a cabo a nobre missão da esquadrilha PÉGASUS:

  • 1º Ten PM Thiago Vitório de Oliveira
  • 1º Ten PM Rodrigo da Silva Oliveira Barboza
  • 1º Ten PM Marcelo Vitor Sampaio Ferreira
  • 1º Ten PM Felipe Bruno Lopes
  • 2º Ten PM Isnard Fernando de Moura Aguilar
  • 2º Ten PM Leandro Batista Gomes
  • 2º Ten PM Rafael Cordeiro Fofano
Proteger e salvar vidas onde quer que estejam ameaçadas. pelo que todos os presentes desejam-lhes sucesso. Sejam bem vindos a bordo!
Proteger e salvar vidas onde quer que estejam ameaçadas. pelo que todos os presentes desejam-lhes sucesso. Sejam bem vindos a bordo!

MEDALHAS DE MÉRITO MILITAR GRAUS PRATA E BRONZE

A Medalha de Mérito Militar, criada pela lei Estadual nº 200, de 08 de outubro de 1937, com alterações introduzidas pela lei Estadual nº 11.317, de 07 de dezembro de 1993, e regulamentada pelo decreto nº 35.348, de 14 de janeiro de 1994, destina-se a distinguir e premiar os Policiais Militares de Minas Gerais, como reconhecimento aos bons serviços que prestaram ao longo da carreira.

Foto: os paraninfos e agraciados prestaram a continência regulamentar ao pavilhão nacional.
Foto: os paraninfos e agraciados prestaram a continência regulamentar ao pavilhão nacional.

De acordo com os artigos 165 e 166, da lei Nº 7.565, de 19 de dezembro de 1986, exige que o piloto em comando esteja em condições para o pleno exercício das atribuições que lhe competem, exercendo autoridade inerente à função, desde o momento em que se apresenta para o voo até o momento em que entrega a aeronave, concluída a missão.

O candidato ao comando de aeronaves deverá cumprir rígidas exigências no tocante às habilidades, habilitações e experiência de voo para operação da aeronave, bem como deverá ser considerado apto em avaliação de maturidade aeronáutica e proficiência mediante submissão a conselho de voo previamente designado para este fim, o qual conferirá, em caráter consultivo de assessoria ao comandante da unidade, parecer fundamentado e circunstanciado acerca da indicação ou contra-indicação do militar à promoção a comandante de aeronave.

Foram promovidos a comandantes de aeronaves da polícia militar os seguintes militares:

  • Ten PM Henrique Nunes de Souza;
  • Ten PM Daniel Felipe Soares, e
  • Ten PM Gustavo Coelho Vaz

Como forma de homenagear os agraciados, foi realizada apresentação musical do sexteto de metais da orquestra sinfônica da policia militar. Logo em seguida o Ten Cel Ledwan, comandante do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo faz uso da palavra agradecendo as ilustres presenças, parabenizando os agraciados, bem como todos os aviadores.

 BATALHÃO DE RADIOPATRULHAMENTO AÉREO, ESQUADRILHA PEGASUS
A AJUDA QUE VEM DO CÉU

NOTA DO COMANDO – SEMANA DO AVIADOR

“O HOMEM HÁ DE VOAR.”
ALBERTO SANTOS-DUMONT

Na presente data, é com grande orgulho, alegria e entusiasmo que o Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo comemora, pela primeira vez na sua história, o dia do policial militar aviador, inaugurando, assim, definitivamente, as festividades deste valoroso marco, instituído pela lei estadual nº 21.427, de 18 de junho de 2014.

A história do Brasil perpassa necessariamente pelo Estado de Minas Gerais; pelas vilas do ouro, pelo nosso potencial energético, pelos recursos naturais, pelas diversidades de clima, relevo e hidrografia.

Minas escreve na história do país páginas que remontam aos primeiros anos da colonização portuguesa e vai adiante, avançando no tempo, somando glórias, sobretudo, pela grandeza de personalidades que sonharam, ousaram, persistiram e transformaram em realidade tudo aquilo em que acreditaram.

Assim foi com Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, que sonhou com um país livre e deu sua vida por este ideal. Serviu no regimento regular de cavalaria de minas, raiz de todos os milicianos de nossa pátria, fez-se assim, legítimo patrono das polícias militares de todo o Brasil.

Com a mesma energia, e nascido entre as montanhas alterosas de nosso estado, Alberto Santos Dumont ecoa para a eternidade com o seu grande feito, que tomou lugar aos 23 de outubro de 1906, no Campo de Bagatelle, ao realizar o sonho do homem de voar num equipamento mais pesado que o ar.

Naquela data, em paris, a bodo de seu 14-bis, Santos Dumont realizou o primeiro voo documentado de uma aeronave autônoma, elevando o nome do Brasil e de minas gerais a uma inegável posição de destaque no cenário mundial.

A bordo de um aeroplano leve e frágil, feito de bambu e linho, com um motor pequeno e hélice de madeira, Santos Dumont percorreu cem metros e levantou voo por apenas sete segundos a uma altura entre dois e três metros sobre o Campo de Bagatelle, o que, certamente, foi o voo mais importante da história da aviação.

O célebre brasileiro, patrono da aviação, naquele dia, tornou-se o símbolo da vitória e da persistência sobre todas as barreiras que ainda se levantavam entre o homem e o sonho de voar. Foi a recompensa pelo esforço próprio e de tantos outros visionários que viveram e morreram em busca da glória de compartilhar com os pássaros o domínio da vastidão dos céus.

Um dia, um mineiro sonhou com um país livre; outro mineiro realizou o sonho do homem de voar num equipamento mais pesado que o ar. Das minas do ouro, do regimento regular de cavalaria de minas e do 14-bis surgiram a polícia militar de Minas Gerais e o Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo, na busca pela realização de outro sonho: o sonho de uma sociedade mais justa, ordeira, pacífica e em pleno gozo de sua independência.

A Polícia Militar, por meio do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo, deu asas ao cavalo de Tiradentes, sem perder os ideais de segurança e liberdade de um povo, e criou a Esquadrilha Pégasus, com as máquinas aladas dos sonhos realizados de Dumont.

Desde sua criação em 27 de janeiro de 1987, o batalhão de radiopatrulhamento aéreo apoia e potencializa as ações segurança pública e de defesa social das unidades terrestres, além de proteger e fiscalizar o meio ambiente, resgatar pessoas em situação de risco, combater incêndios, auxiliar na fiscalização de trânsito e no transporte de órgãos para transplante em todas as regiões do estado, e até mesmo em outras unidades da federação.

Outubro é o mês dedicado à aviação em nosso país. A criação do dia do policial militar aviador consolida o reconhecimento do povo de minas gerais aos cavaleiros que cruzam os céus do estado em seus cavalos alados, utilizando da genialidade de um invento para a realização do sonho de uma sociedade mais justa, ordeira, pacífica e em pleno gozo dos ideais de liberdade.

O Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo, em comemoração aos feitos gloriosos do brasileiro e mineiro Alberto Santos Dumont e ao dia do policial militar aviador, celebra também, nesta data, as conquistas de seus integrantes que se dedicaram com afinco em prol do engrandecimento da aviação mineira de segurança pública e defesa social.

É este o momento de reconhecer o esforço e a dedicação daqueles que, assim como santos-dumont, ousaram alçar voos cada vez mais altos e conquistar a realização de seus sonhos na imensidão dos céus, não em proveito próprio ou para satisfazer anseios de grandeza, mas para servir à população que lhes deposita sua confiança e que, à maneira de santos-dumont, acredita que a aviação é uma ferramenta para unir a humanidade.

Neste sentido, a celebração do dia do policial militar aviador somente se torna completa ao destacarmos o trabalho daqueles que proporcionam uma base terrestre consolidada para que o voo se torne possível e seguro.

Além das tripulações, é graças também aos militares das seções de: operações, recursos humanos, secretaria, seção de inteligência, planejamento e logística, almoxarifado, tasa, manutenção, comunicação, ensino e treinamento, segurança de voo e desenvolvimento organizacional, que nossa missão é bem cumprida.

A sinergia resultante do harmônico e bem direcionado esforço de todas estas equipes possibilitou, ainda, o sucesso atingido na realização dos cursos de formação de piloto comercial de helicóptero e de avião, do curso de instrutor de voo e o do mais novo curso de piloto privado de helicópteros.

O Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo recebe, mais uma vez, novos integrantes, futuros pilotos policiais comandantes de operações aéreas, formados sob a doutrina já consagrada e consolidada que norteou a atuação dos honrosos pioneiros da aviação policial militar mineira. Damos, portanto, neste dia, as boas vindas àqueles que, certamente, muito terão a contribuir para o engrandecimento do nome da unidade e para a qualidade de vida da população de nosso querido estado.

Essas vitórias também são fruto de nosso labor para atingir o resultado social almejado, por meio da continuidade e disponibilidade do serviço de radiopatrulhamento aéreo em minas gerais, com uso consciente dos recursos públicos, muitas vezes limitados, e da sua aplicação otimizada no devido tempo e lugar.

Mesmo nos momentos de maior dificuldade, os integrantes de nossa unidade sempre puderam se fiar na certeza de que fazemos todo o possível e alcançável para que os sons de nossos rotores continuem sendo o alento necessário para aqueles que mais precisam, e a quem juramos nossa lealdade e sacrifício.

Para tanto, mais uma vez contamos com a contribuição de todos, sem distinção, que no dia-a-dia, em cada canto dessas Minas Gerais, ajudam a forjar com suor e honram os destinos de nossa honrosa unidade, a Esquadrilha Pégasus, especial e carinhosamente lembrada como “a ajuda que vem do céu”.

Que os exemplos dos mineiros Alberto Santos Dumont e Joaquim José da Silva Xavier nos sejam fontes de coragem e inspiração para alçarmos voos cada vez mais altos no céu de nossas vidas.

Belo Horizonte, 23 de outubro de 2014.
Ledwan Salgado Cotta, tenente-coronel PM
Comandante do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo

- Anúncio -

17 COMENTÁRIOS

    • Eu gostei muito da reportagem ocorrida no batalhão de radiopatrulhamento aéreo da policia militar de minas gerais. Essa reportagem nos mostra a grande responsabilidade em que está corporação tem com os mineiros. O corpaer esta de parabéns por formarem alguns de seus oficias para situações diversas do dia a dia e também estarem formando para a vida.

  1. Aos homens e mulheres que contribuem todos dias para fazer do invento de Dumont um instrumento capaz de proteger e socorrer diuturnamente às comunidades de todo o país, que deixam seus lares, abdicam de seu lazer, se arriscam em voos no limite de performance da máquina e de suas próprias capacidades, que não recuam diante dos ventos mais fortes, das noites mais escuras, nas chuvas, no calor ou frio…deixo o sucesso como resultado de todos as missões!
    Bons voos e que o CRIADOR do Universo continue abençoando cada decolagem e igualando-as ao número de pousos.
    Parabéns pelo dia do aviador!

  2. Esta solenidade remete à valorização das vitórias pessoais e profissionais e à comemoração de milhares de missões bem sucedidas que prenderam infratores perigosos e danosos as nossas sociedades, que ajudaram a salvar vidas, que ajudaram a preservar o meio ambiente, seja coibindo a ação de delinquentes seja combatendo incêndios florestais. Por tudo isso, podemos mais uma vez ter orgulho de bradarmos: Esquadrilha Pégasus, a ajuda que vem do céu! Parabéns a todos os integrantes do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo.

  3. Parabens ao Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo, aos nobres integrantes dessa operosa Unidade e ao amigo, Ten Cel Ledwan, pelo evento e pela data comemorativa.

  4. Invejável tropa que de maneira austera, zela pelos céus da nossa grande Minas Gerais.

    Tive a honra de conhecer o Batalhão de Rádio Patrulhamento Aéreo em junho desse ano.

    Dia que ficará marcado para sempre em minha memória.

    Que Deus os abençoe.

  5. “E que no Radiopatrulhamento Aéreo, possamos relembrar os feitos de nossos antepassados, honrando o povo mineiro sob a égide de nossa bandeira “Liberdade ainda que tardia”
    Mas se defendendo a dignidade humana tivermos que tombar, que o façamos com o sentimento de dever cumprido e renovando nosso compromisso, de servir e proteger mesmo com a sacrifício da própria vida.
    Operações Aéreas por entre serras e arranha céus.
    A esquadrilha Pegasus: a ajuda que vem do céu!”

    PARABÉNS AO BTL RPAER E A TODOS OS AEROPOLICIAIS DA PM DO ALFERES.

  6. É com imensa alegria que tomo conhecimento deste importante marco e avanço na história da aviação policial na PMMG: reconhecer e dedicar um dia para comemorar a existência de militares tão importantes na promoção da Segurança Pública.
    Seja em ocorrências de alta complexidade, distúrbios civis, desastre ambiental, atividades de defesa civil e dentre outras nas quais o emprego da aeronave é necessária.
    Além das minúcias de se manter um efetivo treinado e reciclado periodicamente, quem vê a aeronave despontando no céu para trazer a “ajuda que de lá vem”, não imagina o esforço operacional que é empregado pelos militares desta valorosa unidade para possibilitar que o recurso (a aeronave) esteja disponível (isto é, abastecida, manutenida e segurada).
    Existem homens que possuem uma importante missão. Existem outros que fazem da sua missão a arte de servir e proteger.
    Se o Criador do Universo consentir e me dar valorosa graça, poderei ombrear nos quadros desta valorosa e muito importante Unidade.
    Até lá, rogo para que ELE proteja a cada um dos que fazem parte desta história e que se cumpra na vida de cada policial militar aviador o texto do versículo 41, do livro bíblico de Isaías: “subam com asas como águias” e continuem sendo a “Ajuda que vem do Céu”!!!

  7. É um prazer e uma honra fazer parte desta tropa que atua em uma atividade diferenciada que requer muita técnica e habilidade no comando da máquina. Máquina esta, que guiada pelas mãos do homem, potencializa o combate ao crime, atua na prestação de socorro, favorece no combate aos incêndios florestais além de diversas outras atividades.
    Homenagem merecida, a todos que atuam de forma direta e indireta no ramo da aviação e contribuem de forma exemplar para preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, conforme o dever que nos é atribuído pela Constituição Federal.
    Parabéns a todos pelo dia do aviador!

  8. Parabéns a todos nós integrantes da esquadrilha pégasus, pela excelência dos serviços prestados a sociedade através de profissionais altamente qualificados para o exercício da função. É uma honra fazer parte desta unidade que zela sempre pela vida e segurança do cidadão de bem, preservação do meio ambiente e diversas outras atividades.

  9. Homenagem é uma palavra que etimologicamente define retribuição de honra, agradecimento, tornar público com um ato de gratidão algum favor que fora prestado a alguém. Sendo assim, como integrante do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo, fico muito feliz que nossa casa legislativa definiu um dia do ano para homenagear os heróis que trabalham na aviação policial militar. Aproveito para agradecer a honra que tenho em pertencer a nove anos a esta Unidade Alada das Alterosas, que com muita responsabilidade opera as aeronaves de asas rotativas e fixa em todo o Estado de Minas Gerais, 24H, tudo em prol de uma sociedade melhor e mais justa, prestando um serviço com extrema eficiência e qualidade ao cidadão. E faço uma reflexão utilizando para isto uma citação de Oscar Niemayer ao qual ressalto “…vai-se o homem, fica a obra…”. Então Parabéns ao Comando e todos integrantes do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo pelo seu dia.

  10. PARABÉNS, PARABÉNS e PARABÉNS,
    Falo isso para poder felicitar e congratular a todos os integrantes deste brioso Batalhão. Primeiro porque tive a oportunidade de conhecer a maioria de seus integrantes e poder ficar feliz em ver estes guerreiros serem agraciados, por motivo de seus esforços terem sido reconhecidos e valorizados.
    Pois, só quem viveu suas operações, sabe quais são seus esforços, que são de impressionar. Cada dia parece ser um dia de batalha, seja no atendimento da ocorrência ou seja em suas vidas administrativas, para poder deixar a Unidade sempre Operacional.
    Entretanto, impressionante mesmo é poder ver o PROFISSIONALISMO que estes guerreiros vivem, seja vivendo no fio da navalha ou no limite do tempo. É raro ver uma Unidade que opera 24H com tanto empenho.
    Posso dizer PARABÉNS também, porque são parte da história do Brasil, são protagonistas de nossa aviação policial, portanto…
    Avante CAVALEIROS ALADOS!!!

    ESQUADRILHA PÉGASUS – A AJUDA QUE VEM DO CÉU

    Maj PM RO Eduardo LEAL

  11. Oportunamente cumprimento a todos os integrantes “Cavaleiros Alados da Esquadrilha Pégasus” da PMMG, que diuturnamente fazem do dever o seu prazer. Com muito orgulho vivenciamos mais um belo evento, no qual nossas equipes foram homenageadas e prestigiadas no cenário da Aviação Policial Mineira. É uma honra pertencer a este grupo de profissionais!

  12. Parabéns a todos os militares da minha honrada Unidade. Parabéns ao Comando! Parabéns, em especial, aos meus colegas de curso (PPH, PCH e INVH) pela assunção ao Comando de Aeronaves.

  13. Prezados.
    Parabéns pelo aniversário.
    Que Deus continue iluminando, abençoando e protegendo a todos.
    Bons ventos e sucesso nas missões recebidas.
    Que sempre tenham um retorno tranquilo ao lar.
    Bons voos.
    Abraços.
    Carlos Cano

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários