Esquadrilha Pégasus: Quem salva uma vida, salva um mundo

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Sábado, 29 de Novembro de 2014, 05:30h.

A equipe de serviço do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo (Btl RpAer) preparava o Pegásus 14 (AS350B3) para o início do turno de serviço. Um chamado foi feito pelo Centro de Operações da Polícia Militar solicitando apoio no atendimento à um acidente automobilístico na rodovia BR 381, município de Contagem, situado na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

No local um veículo com dois ocupantes se chocou violentamente contra a mureta de proteção da via, sendo que um dos ocupantes estava gravemente ferido, com hemorragia intensa e múltiplas fraturas expostas nos membros inferiores. Equipes do Corpo de Bombeiro Militar de Minas Gerais (CBMMG) e da concessionária que administra a Rodovia BR381, demandaram o apoio de uma aeronave para socorro da vítima que, conforme a médica do serviço de resgate da empresa e de um oficial do CBMMG, precisava de rápida remoção para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII (HPS), referência no atendimento de politraumatizados em Belo Horizonte.

MG1

As aeronaves da Esquadrilha Pégasus da PMMG, operam 24×7 (diuturnamente) para servir à sociedade, inclusive nos eventos desta natureza em complementação ao CBMMG, quando os esforços ordinários não são suficientes ou não estão disponíveis.

Naquele momento, houve um apronto operacional da aeronave, que em poucos minutos teve sua configuração modificada para a missão de atendimento pré-hospitalar. Em menos de 15 minutos após a decolagem, a aeronave realizou sobrevoo do local. Com auxílio da Polícia Rodoviária Federal o trânsito foi interrompido, pedestres e curiosos foram afastados, o que permitiu o pouso e o trabalho seguro das equipes em solo.

MG2

A vítima foi estabilizada e preparada para embarcar na aeronave. Após 10 minutos de voo, acompanhada da equipe médica de resgate, desembarcou no heliponto do HPS, que devido à coordenação prévia, uma equipe aguardava para adotar os procedimentos subsequentes.
Foram breves 25 minutos de voo, mas que muito representou ao suporte de vida do acidentado. Demonstrou também a importância do trabalho conjunto, inteirado e coordenado das corporações e instituições, no sentido de tornar disponíveis os meios que forem necessários para o atendimento do público.

O Ten Cel Ledwan Salgado Cotta, Comandante do Batalhão, comentou a ocorrência por meio de um ditado Judeu: ”Quem salva uma vida, salva um mundo”. Ele concluiu dizendo que “existe um mundo particular atrás de cada pessoa e isto é muito gratificante”.

Esquadrilha Pégasus, a ajuda que vem do céu.

- Anúncio -

3 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns ao Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo – PMMG – Sempre pronto para servir. A ajuda que vem do céu. Aqui na 4ª Corpaer em JF estamos todos muito orgulhosos de mais esta missão em exitosa. Parabéns!

  2. A integração harmoniosa das Instituições, com o devido somatório de suas potencialidades é o que garantirá ao cidadão usuário de nossos servivos, o melhor atendimento. Para a vítima no solo não importa a cor do uniforme ou das viatura, nem tão pouco as marcas da aeronave, mas sim as capacidades de cada servidor e seu profissionalismo no atendimento. Parabéns as instituições envolvidas na missão!!!

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários