GTAP participa de buscas ao estuprador que matou Agente Penitenciário, no Piauí

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Na noite do dia 17 de outubro de 2013, por volta das 23:30 horas, uma viatura descaracterizada da Polícia Prisional do estado do Pernambuco encontrava-se realizando a condução do preso Wagner Alexandre Almeida Aragão, conhecido pela alcunha de “Tarado da Hilux”, criminoso contumaz foragido da penitenciária de Petrolina-PE, onde cumpria pena de mais de 200 anos de reclusão pela prática de vários crimes de estupro e homicídio, existindo contra o mesmo 27 mandados de prisão, expedidos pela justiça de Pernambuco.

GTAP participa de buscas ao estuprador que matou Agente Penitenciário, no Piauí

O preso fora recapturado na Cidade Caxias, estado do Maranhão e no momento estava sendo conduzido ao estado do Pernambuco sob a escolta de dois agentes penitenciários que, na oportunidade faziam uso de uma Viatura descaracterizada, automóvel tipo gol, cor prata, sem cela para clausura de detento.

Na data e horário acima descritos, quando trafegavam pelo quilômetro 191 da BR 316, entre os municípios de Elesbão Veloso e Valença, no Piauí, o preso, apesar de algemado, apossou-se da arma de um dos agentes e efetuou um disparo contra o mesmo, vindo a provocar-lhe morte imediata, diante de tal situação o Agente Penitenciário condutor do veículo, na iminência de também ser agredido, jogou a viatura para fora da pista de rolamento da BR, vindo a tombar o carro, ação que com certeza o livrou da morte, vindo a sofrer apenas ferimentos leves.

O corpo do agente morto – Sandro Joaquim Silva – foi levado ao Instituto Médico Legal de Teresina (PI). Ele deve passar por perícia antes de ser liberado para ser sepultado em Pernambuco. Já o agente que sobreviveu, Wallas Ferreira de Sousa Lima, foi internado em um hospital de Valença em estado estável.

O preso, ainda algemado, conseguiu afastar-se do local e embrenhar-se em matagal próximo, tentando evadir-se em fuga. Policiais Militares dos municípios vizinhos foram acionados a deram atendimento a ocorrência iniciando as buscas ao preso fugitivo.

O Comando do Policiamento do Interior da PMPI, após tomar ciência dos fatos, enviou PMs para reforçar as buscas e acionou o Grupamento Tático  Areopolicial da PMPI, GTAP.

GTAP participa de buscas ao estuprador que matou Agente Penitenciário, no Piauí

As buscas ao fugitivo se  deram  por terra e pelo ar com a utilização da aeronave, Robinson 44, prefixo PR-JMG, do GTAP e, após dois dias de incursões pelas matas e sobrevoos na região, o elemento foi localizado e preso, quando tentava aproximar-se da casa de um morador da região para pedir auxílio.

A utilização da aeronave do grupamento aéreo tornou-se decisiva para a prisão do meliante considerando que, quando da realização de sobrevoos na região, o fugitivo era impedido de progredir no terreno, o fazendo, com dificuldade, apenas no período noturno quando percebia a ausência do helicóptero no ar.

Uma vez conhecida a estratégia de fuga do criminoso, coube ao efetivo em terra a distribuição de policiais pelas residências existentes na área e aguardar a aproximação do criminoso, fato logo verificado e que resultou em sua fácil captura.

Mas uma vez, fica comprovada a eficiência do policiamento tático aéreo neste tipo de operação uma vez que este não é o primeiro caso de êxito em buscas a elementos homiziados em áreas de grande extensão.

GTAP participa de buscas ao estuprador que matou Agente Penitenciário, no Piauí

GTAP – “VOANDO PARA SUA SEGURANÇA”.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários