Helicópteros adotam tecnologia para auxiliar operações policiais em Cuiabá

Mato Grosso – Um equipamento de vídeo adquirido para a Copa do Mundo, em Cuiabá, ficou como legado. Com o imageador aéreo FLIR, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) consegue monitorar mais de uma vez por dia diferentes pontos da capital. O equipamento foi instalado em uma das três aeronaves da instituição e capta qualquer movimento por menor que seja.

flir

“Tem uma capacidade de transmissão de imagem para grandes eventos, mas o nosso foco também é o imediador térmico para fazer buscas em áreas de mata e outras áreas em que o policial tem difícil acesso por terra”, disse o comandante do Ciopaer, Ten Cel PM Henrique da Silva Santos.

As aeronaves monitoram mais de uma vez todos os dias diferentes pontos da capital. Segundo o comandante do Ciopaer, diariamente é feita uma hora de sobrevoo na região metropolitana da capital para apoiar o policiamento.

As regiões patrulhadas são definidas pelo setor de inteligência da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp). O helicóptero também fica em terra, em pontos estratégicos da cidade.

flir1

Ele consegue captar até a noite os movimentos pela variação de temperatura. Com isso, qualquer pessoa e até animais que emitam calor podem ser percebidos no escuro.

“Além de capturar os movimentos térmicos, o flir tem um ‘zoom’ que dá para ver a cidade em uma tela que fica dentro do helicóptero. Tem capacidade, por exemplo, localizar um veículo ou ver detalhes de uma pessoa.

O Ciopaer, grupamento que reúne Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, trabalha com 69 pessoas, e tem ainda quatro aviões para serem usados no interior de Mato Grosso. No ano passado, a corporação atuou em quase 700 ocorrências. Já nos três primeiros meses deste ano, o grupo fez mais de 150 operações.

Fonte: G1.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

6 + dezenove =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários