Náufragos são resgatados na Barra de São Miguel, em Alagoas

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Alagoas – Um naufrágio próximo à cidade da Barra de São Miguel por pouco não acaba em tragédia nesta segunda-feira (13/01/14). Três pessoas foram avistadas perto do canal que liga a praia do Gunga a praia da Barra de São Miguel, por um helicóptero da Polícia Militar que fazia patrulhamento na região. Apesar do susto e visivelmente cansados, os tripulantes da embarcação naufragada foram resgatados e passam bem.

Náufragos são resgatados na Barra de São Miguel, em Alagoas

À Gazetaweb, o Coronel André, do Corpo de Bombeiros, relatou que os náufragos foram vistos boiando em uma tampa de isopor de bebidas, entre a praia do Gunga e a Barra de São Miguel. “Nós estávamos em patrulha naquela região quando vimos essas pessoas. Imediatamente iniciamos o salvamento. As mulheres que estavam no grupo eram a mais cansadas, por isso a pressa no resgate. Dois barcos que viram a situação acabaram indo até lá e ajudaram no salvamento”, contou o coronel.

O helicóptero da Polícia Militar – Falcão 3 – era comandado pelo piloto Coronel do Corpo de Bombeiros André e o copiloto da Polícia Civil Aldair, tripulado pelo Soldado da Polícia Militar Amisterlano e o Sargento da PM C. Alexandre.

Náufragos são resgatados na Barra de São Miguel, em Alagoas

Um dos barcos que ajudou no resgate foi de um pescador local, que ao ver a cena decidiu agir. As vítimas foram levadas no barco dele, com a supervisão do grupo de salvamento do helicóptero, até a praia.

De acordo com o coronel, após fazer o procedimento eles foram liberados e não precisaram ser atendidas em um hospital. Além do cansaço, eles não apresentavam nenhuma lesão grave. O grupo de salvamento não soube informar a causa do acidente, nem se as pessoas estavam a passeio ou eram pescadores.

Fonte: Gazetaweb

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários