Pronto para servir: H145M recebe certificação EASA

Helicóptero militar produzido a partir da versão civil começa a ser entregue ainda este ano

O H145M da Airbus Helicopters foi certificado neste mês de maio pela autoridade de aeronavegabilidade europeia EASA (European Aviation Safety Agency), abrindo caminho para a homologação militar e duas entregas iniciais do helicóptero biturbina multifunção nessa versão antes do final do ano.

O primeiro cliente a receber a aeronave será a Bundeswehr (Forças Armadas Alemãs), que encomendou 15 H145M para serem operados pela Força Aérea do país. O segundo cliente, a Royal Thai Navy, da Tailândia, começará a receber os helicópteros em 2016.

H145M__Airbus Helicopters_Charles_Abarr

“O H145M é adaptado para uma ampla gama de operações militares – incluindo transporte, reconhecimento, busca e salvamento, apoio ao combate a incêndios e resgate de feridos. Usando como base a certificação civil já obtida, buscamos uma abordagem de baixo risco e baixo custo para os nossos clientes, evitando uma dupla e cara qualificação para a versão militar. Este processo se beneficiou da própria certificação civil do H145 no ano passado, garantindo que os mais recentes padrões de segurança e aeronavegabilidade sejam cumpridos”, disse Manfred Merk, diretor do programa do H145.

O H145M traz uma capacidade ainda maior que o mesmo modelo em versão civil e governamental. Ele apresenta um aumento do peso máximo de decolagem, dispondo agora de 3,7 toneladas e pode ser equipado com instrumentos de missão que incluem um suporte para armas montado na porta e a capacidade de transportar armas sobre os pilares externos. Conta também com sensores ópticos infravermelhos com capacidade de mira, bem como aviônicos militares para comunicações, navegação e gerenciamento de voo.

Um sistema de fast rope está disponível para operações especiais, e a segurança total da tripulação é reforçada pela proteção balística do H145M, tanques de combustível autovedantes e um sistema de contramedidas eletrônico para proteção contra ameaças de mísseis.

Beneficiando-se da robustez, baixo custo operacional e alta disponibilidade operacional já comprovada pela família EC145/ H145 da Airbus Helicopters, o novo H145M possui motores Turbomeca Arriel-2E com controles digitais de dois canais com capacidade total (FADEC), um rotor de cauda tipo Fenestron®, juntamente com a atualização das caixas de transmissão dos rotores principal e de cauda. O peso máximo de decolagem bruto foi elevado em 50 kg, enquanto o seu excelente desempenho – mesmo em situações com um motor inoperante – é crucial para a segurança do voo e o sucesso da missão, especialmente durante tarefas de operações especiais e de busca e salvamento em combate.

Convergência Comunicação Estratégica.

1 COMENTÁRIO

  1. Essa alta disponibilidade operacional não está comprovada no Brasil, ainda. Ao menos quando passo pelas unidades policiais que possuem este tipo de máquina, sempre estão paradas ou pela falta de peças, ou pelo alto custo.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

1 + três =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários