- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

O Journal of Nepal Medical Association disponibilizou artigo científico no dia 29 de fevereiro de 2020 sobre Evacuação Aeromédica de cidadãos nepaleses durante epidemia de COVID-19 de Wuhan para o Nepal.

Após o bloqueio da China, o Nepal que possuía muitos jovens estudando medicina em Wuhan ficaram isolados. Os pedidos de ajuda dos estudantes chegaram ao governo. Com a participação de diversos órgãos governamentais, planejaram e organizaram a evacuação aeromédica com sucesso de todos os 175 alunos no dia 15 de fevereiro de 2020 de Wuhan, China.

Segundo os autores, o objetivo do artigo é compartilhar a experiência, os desafios enfrentados e as recomendações para futuros casos semelhantes. Confira:

Editores internacionais liberam conteúdo científico gratuito

Editores internacionais com os quais a CAPES mantém contrato, por meio do Portal de Periódicos, liberaram acesso aos seus conteúdos, enquanto durar a pandemia de COVID-19. A ação foi motivada pela situação atual de confinamento e restrição de contato, e pretende apoiar a comunidade de pesquisa no processo de entendimento e minimização do impacto do novo coronavírus.

A editora Springer Nature desde o início da pandemia, abriu acesso sem restrição a todos os conteúdos pertinentes ao estudo do tema.

Os cidadãos nepaleses chegam ao Aeroporto Internacional de Tribhuvan, em Katmandu. (Foto AP)

A Sociedade Americana de Microbiologia (ASM) deixou em acesso aberto 50 artigos científicos, publicados em 2019, nas suas 16 revistas acadêmicas. Além disso, criou uma página dedicada aos recursos sobre o COVID-19, com informação atualizada e análises de especialistas. O material ficará livre por tempo indeterminado.

Também estão disponíveis diversos recursos da British Medical Journals (BMJ). A Annual Reviews liberou seus títulos até 30 de abril. Contudo, esse prazo poderá ser estendido, se necessário. O material da editora Oxford University Press (OUP), que contém ferramentas para o estudo do coronavírus e temas afins, será oferecido em acesso aberto por período indeterminado.

editora Emerald compilou pesquisas relacionadas ao gerenciamento de doenças e epidemias e disponibilizou até o dia 31 de março. A Elsevier deu acesso temporário e gratuito por 90 dias, pela plataforma ScienceDirect, a 256 títulos nas mais distintas áreas de conhecimento. Além dessa iniciativa, a editora desenvolveu ainda dois outros recursos de livre acesso que concentram informações especializadas e selecionadas para a comunidade em geral: Novo Centro de Informações sobre Coronavírus e Lancet Hub.

A editora Ovid Technologies também disponibilizou material. A editora Wiley liberou para a comunidade acadêmico-científica o acesso a uma coleção de mais de 5 mil artigos de periódicos relevantes, capítulos de livros e entradas nos principais trabalhos de referência, além de um feed gratuito e em tempo real das mais recentes pesquisas e notícias sobre o novo vírus corona.

Estão acessíveis, também, coleções especiais criadas em parceria com a Biblioteca Cochrane e demais recursos para os interessados em explorar perspectivas históricas sobre epidemias, métodos usados para controlar sua disseminação e políticas de saúde associadas.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários