GRAer/PA apoia Operação Força pela Paz no Pará

A terceira fase da operação “Força Pela Paz” chegou na última quinta-feira (27) ao bairro da Terra Firme. O coronel Augusto Leitão, comandante-geral da Polícia Militar, conduziu a operação em parceria com a Polícia Civil, sob a coordenação do delegado-geral, Raimundo Benassully. Mais de 70 pessoas foram detidas durante a ação, que ocupou a área do “Cajado” por toda a manhã.

Precedida de investigação por parte do Serviço de Inteligência, a atuação dos policiais procurava por suspeitos de envolvimento em vários tipos de delito, sobretudo, indícios de tráfico de drogas. O delegado José Salles, secretário-adjunto de Segurança Pública do Pará, acompanhou todo o trabalho, executado por mais de 200 integrantes da Polícia Militar e 30 da Polícia Civil.

Os policiais atuaram no bairro com apoio de helicópteros do grupamento Aéreo (Graer) e das diversas unidades de policiamento especializado. A PM teve ainda apoio de uma base operacional montada na avenida Perimetral, às proximidades da entrada do Hospital Universitário Bettina Ferro, local que centralizou o resultado das incursões dos policiais.

Na operação, os policiais conduziam pessoas suspeitas com auxílio de 30 viaturas da Polícia Militar e oito veículos da Polícia Civil, para dar suporte a 30 integrantes da corporação. Também foram usadas 15 motocicletas. A varredura completa no bairro da Terra Firme percorreu locais previamente observados pelos agentes de Segurança Pública por um período de 40 dias. “Com base nessas informações é que resolvemos ocupar o bairro para dar sossego às pessoas de bem que moram aqui”, disse o coronel Leitão.

O apoio dos moradores foi reforçado em tom de parceria. Conforme entravam nas vias, os policiais pediam à população que continuasse colaborando com o trabalho da polícia por meio de denúncias. Cartões com o número do Disk Denúncia 181 foram distribuídos como forma de assegurar à comunidade o bom convívio no local. Quem fizer denúncias ao número de telefone tem seus dados preservados de maneira anônima.

No total, a operação prendeu 71 pessoas, entre homens, mulheres e sete adolescentes. Todos os suspeitos foram apresentados na Delegacia do Marco, sede do Grupo de Polícia Metropolitana (GPM), após a conclusão dos trabalhos, que foram acompanhados pelo delegado Eder Mauro, titular daquela unidade policial.

O trabalho da polícia resultou na apreensão de aparelhos eletrônicos, armas de fogo, drogas e armamentos caseiros de grosso calibre. Após a identificação da polícia, muitos dos suspeitos detidos foram enquadrados em crimes de porte ilegal de armas de fogo ou porte de substância entorpecente.


Fonte : Agência Pará de Notícias


 

Escreva um comentário

catorze + nove =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários