Helicóptero da polícia de Nova York realiza pouso de emergência

Um helicóptero do Departamento de Polícia de Nova York (NYPD) realizou um “pouso de emergência” em um gramado de uma escola local na quinta-feira (07/06/12).

O helicóptero pousou após um sinal de alerta aos pilotos de que algo poderia estar com problema grave. Segundo os policiais, não houve feridos.

A aeronave foi inspecionada no local e liberada para voo. Segundo informações da polícia, o helicóptero teve alguns problemas técnicos e, portanto, teve que fazer um pouso de emergência, sem citar maiores detalhes.

Fonte: DNAinfo.com

7 COMENTÁRIOS

  1. Pois é Sr Italo, na semana passada comentávamos sobre vários Koalas comprados por uma empresa de transporte aeromédico americana. Mais uma pérola deste modelo da AW, fez um pouso de emergência, conforme matéria acima “…o helicóptero teve alguns problemas técnicos e, portanto, teve que fazer um pouso de emergência, sem citar maiores detalhes…”, quem sabe neste caso, também deve ser erro do piloto, talvez esta seja a desculpa da AW, mais uma vez.
    Quando vão retirar este modelo de voo? Será que crianças em uma escola terão que morrer para alguém ver que este modelo não presta.
    Respeito muito o PDNY, mas comprar AW 119 K, por favor, dá tempo ainda de comprar um helicóptero de verdade, seja ele Bell, Sikorsky ou Eurocopter.

    Boa sorte para quem voa esta trosoba!

    Rafael Schultz
    Piloto de Helicóptero de verdade – HB 350 B2

  2. Eh verdade. Como se por acaso o esquilo nunca tivesse dado algum problema. Nunca morreu ninguém pilotando esquilo. Só aqui em SC no ano passado cairam 2.

  3. Pessoal,

    Eu não tenho dados estatísticos aqui, mas concordo com o Rangel. A gente escuta cada uma de esquilo… normal! Tem muitos no mercado, principalmente no brasileiro.

    E com certeza, se houvesse algo SUBSTANCIAL, as autoridades (principalmente o FAA ou a EASA) já teriam parado de imediato a frota de AW 119K, MAS NÃO É O CASO! Mais uma vez eu bato na tecla: O produto aeronáutico é homologado? Então é seguro até que se prove o contrário, e quando se comprovar, uma DA será emitida para parar, reparar, inspecionar ou até mesmo sucatear!

    O que eu percebo é que nesse mercado, existe muitos “times de futebol”! E o B2 então é quase a torcida do flamengo, devido ao peso da Helibrás nos órgãos públicos brasileiros. Confesso que eu sou fã da Bell e da Pratt (acho animal a filosofia de operação e suporte desses fabricantes), mas não não vou me cegar quanto aos outros produtos que são tão seguros quanto.

    um abraço a todos,

    Marco

  4. comparando frota AW119 temos 08 no brasil,não sei se estam todos voando?agora HB 350 aproximadamente 600 aeronaves!? agora segundo os relatos do CENIPA,foi um acidente com HB 350 em SC,e não foi falha mecânica!

  5. Senhores comandantes e amigos

    Nao importa se e B2, AW ou bell. O principal e o apoio ao cliente, no caso operadores .

    Lamentavelmente nosso apoio ao cliente principalmente do maior Montador ( helibras) fica a quem da realidade , podemos notar isso, como fator de varias reclamações dos operadores.
    O Aw por terem alguns em operacao em policias também tem suas dificuldades , mais existe realmente uma vontade de ajudar em decorrência da pequena demanda.

    A linha bell se destaca por ser a pioneira no Brasil e por ter seus processos de aquisição e manutenção facilitados e nao restritos a fabrica A ou B. (Nao estou aqui fazendo propaganda gratuita para eles)

    Voces ja ouviram reclamações da PRF com relação a Manutencao da Bell????

    podem ter ouvido das empresas terceiarizadas de manutenção.

    O fato e que essa diferenças e sao positivas para uma melhor adaptação ao mercado, com certeza a melhor maquina e aquela que a fabrica de respostas rápidas aos clientes.

    abs

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

5 + 8 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários