Polícia do Condado de Saint Louis, no Missouri/EUA adquire MD500e

O Departamento de polícia do Condado de Saint Louis adquiriu um novo helicóptero para a sua Divisão de Apoio Aéreo. O novo helicóptero é um MD-500e adquirido por de 2,1 milhões dólares irá substituir uma antigo helicóptero, ano 1967, excedente do exército (surplus aircraft), mantendo a sua frota inalterada, atualmente com seis aeronaves.

O Departamento de Polícia de St. Louis comprou o helicóptero em parceria com a Autoridade Portuária de St. Louis através de uma subvenção de Iniciativa Urbana da Agência Federal de Gestão de Emergência de Áreas de Segurança.

O capitão John Belmar disse que este helicóptero vai trabalhar em parceria com a autoridade portuária para monitorar e patrulhar ao longo dos Rios Illinois e Missouri, ajudando na visualização de blocos de gelo ou direcionar tráfego de barcaças. Isso significa uma relação mais estreita da unidade com a unidade da Guarda Costeira local, bem como no apoio na coordenação de missões de busca e salvamento.

“Nós podemos ajudar a Guarda Costeira, sendo os seus olhos nos ares”, disse ele. “Teremos uma missão um pouco mais ampla, e assim confirmamos coisas que já estávamos fazendo.”

Fonte: UniversityCityPatch

2 COMENTÁRIOS

  1. Hoje no Brasil já está cosolidada a atividade de Aviação de Segurança Pùblica, onde usamos por muito tempo o termo “multimissão”, está na hora de começarmos a evoluir para aquisições especificas para determinadas missões. O MD 500, pode ser uma ótima opção para patrulhamento em bases de froteira e no litoral, além de reforço aos serviços municipais, onde os mais de 5500 municípios, podem consorciar-se e adquirir aeronaves como esta, para patrulhamentos ambientais, monitoramento, obras, trânsito, e no próprio apoio às Guardas Municipais. Tais máquinas podem ser operadas por polícias estaduais ou Guardas Municipais, além de serem de baixo custo de aquisição e de manutenção. Acho bom pensarmos nisso, vale a pena um estudo, pois a demanda e o mercado está aí para ser explorado.

    TC Gonçalves – PMDF
    DIPRO-PMDF

    • Sr TC Golçalves, boa tarde.

      Concordo com o Sr.

      Infelizmente o termo “multimissão” ainda é utilizado como meio de fortalecer a idéia de que apenas 01 ou 02 ACFTs são aptas aos serviços das Forças Publicas. Afinal, o que é uma aeronave multimissão? Não é aquela capaz de cumprir qualquer missão!!! Aeronave multimissão é aquela que realiza mais de uma missão específica. Para as polícias, tendo sua função precípua como norteadora o conceito de aeronave multimissão, simploriamente, define-se como: “aeronave capaz de realizar ações típicas de polícia em atividades aéreas, tais como, sobrevoos preventivos, sobrevoos de reconhecimento de áreas, voos para cerco e bloqueio, voos para apoio aos PMs emoperação no solo, embarque e desembarque tático dos tripulantes operacionais para atuação em solo, pousos em áreas restritas, decolagens rápidas e diretas e apoio às atividades de polícia ostensiva de preservação da ordem pública”.
      Estas são missões específicas e diretas de atividades aéreas de polícia. Quaisquer outras deixam de ser específicas para se tornar esporádica e emergencial. Contudo, não específica de polícia! Óbvio que em virtude da competência técnica e estrutura logística, alémd e outros fatores, algumas polícias absorvem funções também de resgate, mas, sem que isso seja um paradigma indestrutível e incorruptível nos dias de hoje. A incorporação de aeronaves capazes de realizar as missões constitucionais e específicas a custos bem mais baixos é antes de mais nada uma ótima prova de cuidado e gerenciamento do dinheiro público, duinheiro do povo, dinheiro nosso! Além disso, potencializa o quantitativo de operações e ações diárias em busca da paz social através da redução do crime pela ostensividade e prevenção sem prejuízo da qualidade. Pergunto: as pessoas conhecem o MD500E, MD520 (NOTAR), MD530F ? Provavelmente não! Apenas para conhecimento, o MD500E possui motor com 450SHP em uma ACFT com cerca de 800Kg de peso!!! o MD530F possui motor do Bell 407 nos mesmos 8oo Kg de peso!!! Imaginem então o que estas máquinas são capazes de fazer voando em operações policiais. Aeronave Multimissão Policial: um termo que necessita de revisão técnica, especializada e conceitual em virtude da atuação moderna e rotineira da aviação policial. PS.: Que fique materializado aqui que cada força necessita de equipamentos que mais se amoldem à sua rotina e que o MD não necessariamente serviria a todas. Mas, o que não podemos é deixar de falar, e falar bem, de outras aeronaves apenas em virtude de um conceito que querendo ou não não condiz com a realidade operacional de todos. O conhecimento técnico sempre será muito bem vindo às discussões sobre o que é viável, o que é mais adequado, o que é melhor ou pior, o que posso ou não adquirir, etc, etc. Para aqueles que conhecem o MD500 Series, minhas palavras apenas são reforços dos fatos. Para aqueles que ainda não as conhecem, fica a dica: CONHEÇAM!!! Rtt. Tenente Tassinari – Comandante de Operações Aéreas – 3ª CORPAER – BTL RPAER – PMMG

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

vinte − 15 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários