Bélgica – O caso aconteceu na sexta-feira (15), por volta de 14:20h, quando um avião monomotor Dyn’Aéro MCR01 ULC, matrícula OO-E64, teve problemas em voo, obrigando o piloto a acionar o paraquedas do equipamento. O piloto havia decolado de Zuienkerke e faria um curto voo, quando foi surpreendido por essa situação, caindo suavemente em uma rua da vila de Sint-Andres, nos arredores da cidade de Bruges.

Testemunhas relataram ao jornal belga HLN terem escutado uma explosão. Ao olharem para cima, viram o avião descendo lentamente, na vertical: “eu estava trabalhando perto de onde o avião caiu. De repente, ouvi um estrondo alto no ar. Quando olhei para cima, vi um avião com um paraquedas. Nos primeiros momentos, mal acreditei no que vi”, contou Haroon Amiri.

Avião cai em área residencial e é salvo por sistema de paraquedas

Conforme o jornal britânico Sky News, autoridades disseram que o piloto, cujo nome não foi revelado, era experiente e que sua vida foi quase certamente salva pelo Sistema de Recuperação Balística (BRS – ballistic recovery system) do avião. O BRS consiste em um paraquedas especial, que pode ser instalado em aeronaves pequenas e leves, podendo ser acionado pelo piloto em situação de emergência, combinada com a impossibilidade de realizar um pouso controlado. O paraquedas é ejetado de seu invólucro por uma pequena explosão, muito parecido com o usado em um assento de ejeção de piloto, fornecendo sustentação ao avião até que chegue no solo.

A queda suave faz com que a integridade física dos ocupantes seja preservada. Em um vídeo que circula na internet, é possível ver o piloto saindo da aeronave logo após a aterrissagem. “O piloto está bem. Ele estava consciente e sofreu ferimentos leves”, disse o chefe da polícia de Bruges, Dirk Van Nuffe.

Escreva um comentário

11 + quinze =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários