- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Paraná – O serviço de resgate e remoção aeromédica feito pelo Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) terá mais eficiência com a instalação do heliponto na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Praia Grande, de nível III, em Matinhos (PR), que aconteceu no sábado (21/12).

A Base Litoral conta com melhor infraestrutura, alojamento para a tripulação e acesso rápido do local do pouso ao Pronto Socorro da unidade (são poucos metros) para agilizar o atendimento às vítimas durante  a Operação Verão Maior 2019/2020. O Governo do Estado investiu mais de R$ 192 mil na construção desta base para que haja recepção e transferência de pacientes durante a temporada.

“Foi feita a licitação e hoje o sonho se tornou realidade. É uma pauta positiva que envolve a Secretaria de Saúde, os governos Federal, Estadual e Municipal. Para a segurança pública essa conquista é um grande passo para melhorar o atendimento à população, em momentos de emergência e necessidade”, detalhou o Secretário da Segurança Pública, coronel Romulo Marinho Soares, que também é Coordenador Estadual do Verão Maior 2019/2020.

Para o Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, é papel do Estado fazer com que os recursos de investimentos cheguem nas regiões onde moram os paranaenses. “Temos o compromisso com a população, de sempre melhorar a saúde, precisamos cuidar de todos. Conseguimos, junto com a prefeitura, inaugurar esta UPA de nível III, além do heliponto do Batalhão Aéreo, que juntos vão trazer mais tranquilidade e rapidez ao transporte dos pacientes”, enfatizou.

O Comandante do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), tenente-coronel Julio Cesar Pucci, celebrou a parceria que resultou em uma estrutura mais adequada para que as operações com helicóptero sejam mais seguras e ágeis.

“O Governo do Estado, a Secretaria da Saúde e o Comando da PM entendem que o Batalhão de Operações Aéreas é uma unidade estratégica para toda Segurança Pública porque potencializa o serviço dos policiais e bombeiros guarda-vidas nos resgates aeromédicos e, por isso, a importância desta nova base”.

Base do BPMOA na UPA de Matinhos dará mais agilidade ao resgate de pessoas durante a Operação Verão. Foto: Soldado Ismael Ponchio.

Ele destacou também que o grande diferencial da nova base é a localização. Situada no balneário de Praia Grande, o espaço fica numa posição privilegiada que permite deslocamentos rápidos para qualquer ponto do Litoral. “Além disso, a condição meteorológica é mais favorável para pousos e decolagens”, acrescentou. A intenção é que, no futuro, possamos construir, aqui, um hangar para proteger melhor a aeronave e os equipamentos, para que tenham maior durabilidade”, disse.

A nova base será utilizada durante o Verão Maior 2019/2020. A Atuação do BPMOA é de suporte à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros. Neste verão, haverá um helicóptero com tripulação militar e médica exclusivos para toda a Costa Leste.

SEGURANÇA NAS OPERAÇÕES

O BPMOA vem preparando suas equipes para atuações eventuais em situações graves. Além de estar preparado para missões todos os dias da semana no período diurno, pretende operar à noite no litoral, de sexta à domingo do mês de Janeiro.

Com eventos de grande concentração de pessoas nos finais de semana, a equipe estará preparada para decolagens dos municípios de Matinhos, Guaratuba e Paranaguá. Para isso foi realizado um extenso trabalho de segurança operacional, visando instruir os aeronavegantes sobre os cuidados operacionais necessários.

Experiência recente e adaptação ao voo noturno, fisiologia de voo, desorientação espacial, além da criação e reconhecimento de rotas plotadas em cartas aeronáuticas, foram passadas à tripulação, a fim de fixar procedimentos operacionais padronizados e mitigar riscos.

Instrução dada ao efetivo do BPMOA sobre fisiologia de voo e desorientação espacial pelo Professor Segalla.

AGILIDADE NO ATENDIMENTO

O Comandante do 8º Grupamento de Bombeiros, major Jonas Emmanuel Benghi Pinto, explicou que a nova UPA terá a tendência de se tornar referência no atendimento de afogados e, por isso, a posição estratégica do heliponto facilitará o socorro às vítimas desse tipo de acidente.

“Teremos a possibilidade de trazer uma vítima de afogamento para ser estabilizada na própria UPA ou na aeronave. Eventualmente também pode ocorrer de ter que fazer a retirada de algum paciente para ser transportado para outro hospital, como o Hospital Regional de Paranaguá, por exemplo”, destacou o major.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários

comentários