Centro de pós-venda é o mais novo investimento da Helibras para apoiar crescimento do mercado

A Helibras, líder de vendas de helicópteros a turbina, está lançando o BRALOG (Brazilian Logisticis), sua nova plataforma de logística e atendimento ao cliente, para aprimorar e facilitar a oferta de peças e serviços aos helicópteros da empresa já comercializados em todo o território nacional.

O projeto está dividido em várias fases, mas já começa a operar em outubro, com a criação de uma estrutura unificada de atendimento chamada front office, que funcionará como uma porta de entrada para agilizar as solicitações dos clientes de forma centralizada provendo assistência técnica, venda de peças de reposição ou contratação de serviços de manutenção.

Para o vice-presidente de Suporte e Serviços da Helibras, Flávio Pires, o BRALOG vai “concentrar em um só local, com uma ferramenta de comunicação eficiente, todos os pedidos relacionados ao pós-venda, 24 horas por dia e 365 dias por ano. Isso garante muito mais agilidade no trabalho e reduz o custo final ao cliente”, explica.

Todo o trabalho de logística será feito por uma empresa especializada. Uma concorrência já está aberta e as propostas serão apresentadas para a Helibras até o final deste mês.

Nesta etapa, serão analisados detalhes como a localização do terreno, que deve ser em São Paulo por causa da proximidade com um aeroporto internacional, para recebimento das peças vindas do exterior, e a disponibilidade de outras rotas para envio do material a todas as demais regiões do país.

Além disso, a empresa a ser contratada precisará possuir tecnologias e ferramentas de gerenciamento deste trabalho, já que estará diretamente conectada com a Helibras e todas as unidades Eurocopter ao redor do mundo. “O Bralog seguirá padrões internacionais de eficiência, equiparando-se aos centros da Eurocopter em Mariagne, na França, nos EUA e na Ásia. Também deverá ter capacidade para atender, no futuro, o mercado de helicópteros da América Latina”, explica Flávio Pires.

Novas bases de manutenção

Outro objetivo da vice-presidência de Suporte e Serviços é aumentar a proximidade com o cliente e, neste sentido, a empresa está expandindo suas bases fixas de manutenção para cidades de outros estados do país, como Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e Fortaleza.

“Atualmente, temos o maior número de representantes técnicos disponíveis no mercado para assistência pós-venda, que se deslocam pelo país sempre que há necessidade. Parte deles atuará junto às novas bases, que funcionarão em regiões estratégicas, o que trará mais agilidade por conta do contato pessoal mais próximo com os clientes”, completa o executivo.

Fonte: Convergência Comunicação Estratégica.

1 COMENTÁRIO

  1. Já era hora, pois a Helibras pisa na bola em fornecimento de peças. Na minha empresa temos vários pedidos em aberto e demoram em média mais de 03 meses para coseguirem entregar todos as peças.

Escreva um comentário

3 × quatro =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários