Com apoio do Graer de Londrina, criança de 4 meses de Assaí é salva

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

A equipe do Grupamento Aeropolicial e Resgate Aéreo (Graer), em Londrina, realizou na manhã de quarta-feira (17) o salvamento de uma criança de 4 meses de vida, de Assaí (43 km de Londrina), com quadro de pneumonia severa. O socorro ao menino identificado como Vitor, durou cerca de 30 minutos com o uso do helicóptero Falcão 02, enquanto que por terra, seriam gastos entre os procedimentos médicos e o transporte, cerca de 2h30.

De acordo com o major Arlisson Sanches, do Graer, houve o pedido de apoio avançado à equipe do Samu, que necessitava transportar a criança de um hospital em Assaí para o Hospital Infantil de Londrina, onde há estrutura mais adequada para o tratamento médico. “Diante da urgência neste atendimento e o risco que a criança corria, fomos acionados. E em cerca de 30 minutos, entre o deslocamento para Assaí e o retorno a Londrina, conseguimos dar o suporte necessário para salvar o menino Vitor”, comentou.

O major Sanches lembrou que a sua formação é de oficial do Corpo de Bombeiros e que agora está integrando a equipe do Graer. E que sempre trabalhou salvando vidas. Porém, ao resgatar esta criança em Assaí o emocionou. “Independente do tempo que temos de serviço, atender crianças sempre nos comove. Elas são mais frágeis e estão sempre dependentes da gente. Por isso, nos emocionamos quando vemos que estamos obtendo êxito em mantê-las vivas”, ressaltou.

As primeiras informações repassadas pela equipe do Samu ao Graer, assim que foi feito os primeiros procedimentos e encaminhamento ao Hospital Infantil, é que Vitor passa bem e que já esboça sinais de reação ao problema médico. Porém, seu atendimento hospitalar ainda inspira cuidados.

Apesar da aeronave do Graer ser utilizada mais constantemente no apoio às ações policiais, a aeronave também tem sido utilizada no suporte ao atendimento médico do Samu na região norte do Estado. Recentemente uma moça com traumatismo craniano foi trazida de Sertanópolis (37 km de Londrina) para um hospital da cidade em curto espaço de tempo, salvando a sua vida.

Fonte: O Diário.

- Anúncio -

1 COMENTÁRIO

  1. Os anjos existem!!!!
    Mas… diferente do que imaginamos,
    Eles não possuem asas,
    nem poderes celestiais.

    São como nós,
    pessoas normais.

    O amor ao proximo, é o que os tornam especiais.

    Estes anjos,
    tão sempre prontos a ajudar.
    E arriscam suas vidas, para outras vidas salvar.

    São fortes e destemidos,
    e enfrentam qualquer tipo de perigo,
    para o seu próximo ajudar.

    Mas, infelizmente nem sempre são lembrados.
    E por muitas vezes, depois de terem arriscado suas vidas;
    Não recebem, nem se quer um OBRIGADO!

    Mas isto, não os impede de continuar a trabalhar,
    Salvando vidas em qualquer hora e em qualquer lugar!
    Estes anjos, são merecedores de todo nosso respeito.

    Por muitos eles são chamados de BOMBEIROS.

    Mas eu os chamo de ‘ANJOS’…

    ANJOS VERDADEIROS!!!!

    E aqui eu deixo… A minha singela homenagem,
    a estes anjos, de muita bravura e coragem!

    Que Deus abençoe a todos vocês!!!

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários