Conheça os “anjos da guarda” dos Arcanjos

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

O Batalhão de Operações Aéreas é a unidade responsável pela aplicação das aeronaves do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais nas mais diversas missões de socorrimento público. Os resgates aéreos mais incríveis só são possíveis com uma manutenção perfeita das máquinas. Saiba um pouco mais sobre os “Anjos da Guarda” dos Arcanjos, os bombeiros mecânicos de aeronave.

foto 2 (1)
Conheça os “anjos da guarda” dos Arcanjos.

Trabalhando silenciosamente, estes profissionais são responsáveis por boa parte da segurança dos envolvidos nas missões. Da sua dedicação diária na observação e correção de detalhes resulta a tranquilidade da tripulação para levar as máquinas aonde forem necessárias, na confiança de que o melhor foi feito.

O BOA conta hoje com cinco mecânicos e todos possuem cursos dos helicópteros Esquilo e EC 145. Alguns deles também possuemcapacitação em outras aeronaves como Cessna 210 e Caravan. “É preciso muita dedicação e estudo para que tudo funcione bem. Após cada resgate tenho a certeza de que minha contribuição foi muito importante”, relata o Cb Moisés Alvarenga.

O plantão operacional de um mecânico de aeronaves no BOA começa as 6h30min, quando ele faz a 1ª inspeção do dia nos helicópteros e avião, verificando dezenas de itens previstos nos manuais e disponibilizando-as ou não para o atendimento de ocorrências.

Após a reunião diária da equipe operacional, o briefing, o mecânico segue inspecionando as aeronaves após cada vôo, buscando quaisquer alterações e fazendo os ajustes necessários.

Na opinião do 3º Sgt Pedro Paulo Araújo, “A observação de detalhes e o capricho são as chaves para os voos seguros. A harmonia entre os colegas da unidade é um grande incentivo diário, pois nos reforça o compromisso de trabalhar em alto nível”.

photo2
Conheça os “anjos da guarda” dos Arcanjos.

Para que tudo ocorra conforme planejado existem inspeções calendáricas (7 dias, 30 dias), outras por tempo de voo (100h, 600h) e há ainda aquelas por ciclos de uso (500 pousos). E para que tudo seja rigorosamente registrado é feito o Controle Técnico, que são os lançamentos de todas estas informações nas cadernetas de diversos componentes.

O BOA iniciou suas operações em 2007 e já socorreu 3.150 vítimas, tendo voado mais de 5.800h, nas quais foram realizados 18.000 pousos.

Colaboração: Ten Cel Cláudio


- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários