Fábrica Argentina de Aviones irá iniciar produção de helicóptero chinês

Funcionários da Fábrica Argentina de Aviones (FAdeA) esperam voar seu primeiro helicóptero leve Z-11 montado localmente no fim deste ano.

Os planos cumprem um memorando de entendimento (MoU), assinado com a empresa chinesa Avicopter e a matriz CATIC em outubro de 2011, para montar localmente o helicóptero leve Z-11, tanto para o mercado argentino quanto para o mercado latino-americano.

Emilio Maligno, gerente de desenvolvimento de negócios para FAdeA, declarou que os estudos mostraram para a necessidade regional de um helicóptero do porte do Z-11 para uma série de missões e atividades nos mercados militar e civil.

“Na Argentina, o governo quer padronizar os helicópteros que servem os vários tipos de operadores públicos, como a polícia, o exército e a força aérea”, disse Maligno.

A primeira aeronave produzida na argentina seria um protótipo demonstrador e montado com componentes chineses, mas posteriormente é provável que a aeronave apresente um maior nível de conteúdo argentino com componentes produzidos localmente.

“Temos alguma experiência em design e personalização, o nosso objectivo é produzir um helicóptero adequado para os nossos clientes argentinos e sul-americanos”

Maligno diz que espera ser capaz de oferecer aos clientes uma opção de escolha entre três tipos de turbinas, uma chinesa, uma da Honeywell (LTS 101) e a Arriel da Turbomeca. Ele também espera ser capaz de oferecer novos aviônicos que se encaixe as necessidades dos clientes.

FAdeA diz que a experiência na montagem e desenvolvimento no Z-11 poderia abrir caminho para um programa de desenvolvimento de um helicóptero totalmente nacional, mas ressaltou que não há planos para a montagem de outros tipos de helicópteros chineses.

Para as forças armadas da Argentina, a produção local significaria que eles poderiam ter uma fonte confiável de peças e de suporte para a aeronave. Atualmente cada uma da forças opera tipos de helicópteros de muitos fabricantes diferentes, incluindo Bell, Eurocopter e helicópteros russos.

O Exército argentino avaliou o Z-11 quando ele estavam procurando por um novo helicóptero leve em 2006, mas os resultados da avaliação não foram divulgados.

A assinatura do memorando de entendimento tem causado constrangimento a Eurocopter, pois com a introdução Z-11 no mercado Sul-Americano pode ter sido violado um acordo não revelado anteriormente feito entre Eurocopter e Avicopter no início de 2011 sobre a venda de helicópteros Eurocopter construídos sob licença pela Avicopter para fora da China.

O Z-11 não é uma aeronave fabricada sob licença, mas é praticamente idêntica ao AS 350 Esquilo, e a Eurocopter demonstra preocupação com a quebra de patentes devido aos modelos serem tão semelhantes.

“As duas aeronaves são muito semelhantes”, disse o Maligno.

“Para nós não se trata de produzir uma aeronave mais barata, mas um produto diferente mais personalizado para o mercado latino-americano e argentino.”

Enquanto isso, a Bolívia encomendou a compra de seis helicópteros Avicopter H425. O H425, também conhecido como o Z-9 na China, é uma aeronave construída sob licença do Eurocopter Dauphin. Serão os primeiros helicópteros do Exército boliviano e os primeiros helicópteros militares chineses a serem entregues a um cliente sul-americano.

Fonte: Shephard

7 COMENTÁRIOS

  1. Dependendo da qualidade, pode ser um forte concorrente para as aeronaves fabricadas pela Eurocopter e quem sabe uma opção mais barata para os “clientes” com menor poder aquisitivo.

  2. TORCEMOS PARA QUE A QUALIDADE DESSAS AERONAVES CHINESAS, SEJA COMPATÍVEL COM AS CONCORRENTES JÁ APROVADAS PELO MERCADO ITERNACIONAL.
    NUMA ANÁLISE BASTENTE EMPÍRICA, O MODELO Z-11 É IDENTICO AO ESQUILO.
    TOMARA QUE NÃO SEJA MAIS UM “XINGUILING” A ENTRAR NO MERCADO LATINO, E QUE AO CONTRÁRIO DO SOBRENOME DO GERENTE DE NEGÓCIOS DA FAdeA, Sr. EMÍLO “MALIGNO”, ESSA AERONAVE SE TORNE UMA BENÇÃO NA CONCORRÊNCIA COM AS DEMAIS.
    FIQUEM COM DEUS E BONS VOOS.
    CAP PMPE ROMILDO – ASP92.

  3. TUDO QUE VEM AUMENTAR O LEQUE DE OPÇÕES SEGURAS, NO TOCANTE A MODELOS DE HELICÓPTEROS DISPONÍVEIS NO MERCADO, É SEMPRE BEM VINDO.
    APESAR DE SE PARECER MUITO COM O JÁ APROVADÍSSIMO ESQUILO, TORCEMOS QUE NÃO SEJA MAIS UM PRODUTO “XINGUILING” NO MERCADO LATINO.
    E QUE ESSE LANÇAMENTO SEJA UMA BENÇÃO EM NOSSA AVIAÇÃO, JUSTAMENTE AO CONTRÁRIO DO SOBRENOME DO GERENTE DE NEGÓCIOS DA FAdeA, Sr. EMILIO “MALIGNO”.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    FIQUEM COM DEUS E BONS VOOS.
    CAP PMPE ROMILDO – ASP92.

  4. Mesmo com o grande know-how da Eurocopter já encontramos grandes problemas para a reposição de peças, imaginemos como será demorada a conclusão de uma inspeção calendárica destas aeronaves chinesas….

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

13 − três =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários