Financiamento para helicóptero Esquilo

O BNDES prorrogou até o final do ano o Plano PSI, para a aquisição de helicópteros AS 350 Esquilo dentro do FINAME. Essa linha de financiamento do BNDES é exclusiva para o modelo Esquilo, uma vez que a aeronave é a única cujo índice de nacionalização é compatível com o programa – uma das regras da instituição para concessão do crédito.

Segundo o gerente de Vendas Civis da Helibras, Artur Renó, “a aquisição através do FINAME é uma opção muito atrativa por oferecer uma taxa única de 4,5% de juros até o final de junho e de 5,5% a partir de julho até dezembro, com pagamento em 10 anos e carência de 6 meses após a entrega do bem – contra o financiamento padrão, sobre o qual incide uma taxa de 4% de juros mais a aplicação da TJLP”.

O modelo AS 350 Esquilo é um helicóptero monoturbina, versátil e com uma cabine espaçosa. Ele tem capacidade para transportar cinco ou seis passageiros, além do piloto, e apresenta ótimo desempenho em altitudes elevadas e temperaturas altas. Tudo com muito conforto. Os diversos equipamentos opcionais disponíveis permitem à aeronave executar as mais diversas missões, tanto civis como policiais ou militares.

A primeira aeronave monoturbina da família Esquilo foi entregue em 1977. Atualmente esse modelo já supera a marca de 3.400 unidades entregues em todo o mundo, o que representa mais de 15,5 milhões de horas de voo.

No Brasil, já foram entregues cerca de 360 dessas aeronaves, ultrapassando um milhão de horas voadas no País. Este ano já foram contratadas oito aeronaves para o mercado civil brasileiro através do FINAME do BNDES.


Fonte : Eurocopter – Patrick Penna via Poder Aéreo


Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

6 + 12 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários