GTAP/PI garantiu segurança aérea durante realização do maior corso do mundo

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Piauí – Corso carnavalesco, ou simplesmente corso, é o nome que os passeios das sociedades carnavalescas do século XIX adquiriram no início do século XX, no Rio de Janeiro, após uma tentativa de se reproduzir no país as batalhas de flores características dos carnavais mais sofisticados da virada do século, como por exemplo, o da cidade de Nice (no sul da França).

gtapiauiA brincadeira consistia no desfile de carruagens enfeitadas – e posteriormente, de automóveis sem capota – repletos de foliões que percorriam o eixo Avenida Central (Avenida Beira-Mar).

Ao se cruzarem, os ocupantes dos veículos (geralmente grupos fantasiados) lançavam uns nos outros, confetes, serpentinas e esguichos de lança-perfume.

Por sua própria natureza, o corso era uma brincadeira exclusiva das elites, que possuíam carros ou que podiam pagar seu aluguel nos dias de carnaval. O corso era o mais difundido evento do carnaval carioca na primeira década do século XX, ocupando todo eixo carnavalesco durante os três dias de folia e abrindo espaço somente, e mesmo assim em horários predeterminados, para os grupos populares, chamados genericamente de ranchos, na noite de segunda-feira e para as Grandes Sociedades, na noite de terça-feira gorda.

Os grandes centros urbanos brasileiros rapidamente aderiram à moda surgida na capital, ná época Rio de Janeiro, e passaram a apresentar corsos em suas principais artérias durante o carnaval.

Em Teresina, capital do estado do Piauí, a brincadeira carnavalesca remonta desta época, sendo realizada nos mesmos moldes de então. Hoje o corso carnavalesco da capital piauiense é um evento patrocinado pela Prefeitura Municipal, com apoio de empresas particulares, que reune centenas de milhares de pessoas em torno de um desfile de caminhões devidamente paramentados para a ocasião.

No ano de 2012, participaram do Corso de Teresina, número oficialmente verificado, 343 veículos, oportunidade em que o evento foi registrado no Guinness Book, como o maior corso do mundo.

Para o ano de 2014, ao todo foram inscritos 420 veículos, marca que supera em muito o Record registrado no ano de 2012.

O corso foi realizado no dia 22 de fevereiro, com a concentração e início às 15h, na Avenida Marechal Castelo Branco, contando com a participação, segundo números fornecidos pela PM, de mais de 200 mil foliões.

O Grupamento Tático Aeropolicial da PMPI (GTAP), mais uma vez esteve presente de forma efetiva na realização do evento, propiciando o apoio aéreo ao efetivo solo, com voos diurno e noturno, mediante a utilização da aeronave Robson 44, matrícula PR-JMG e VTR esquilo 01, durante todo o transcorrer da festa carnavalesca.

Colaboração: Josuer Saraiva e Silva – Ten Cel PM

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários