Helibras agiliza manutenção de helicópteros para atendimento às vítimas na Serra Fluminense

A Helibras disponibilizou uma equipe técnica para intensificar os trabalhos de manutenção e permitir rápidas intervenções técnicas, com o objetivo de manter no ar os helicópteros que trabalham no transporte de alimentos e pessoal médico e no resgate às vítimas dos deslizamentos nos municípios da Serra Fluminense.

Uma aeronave do governo do Rio de Janeiro, que estava em Itajubá, já está em operação e, além disso, a empresa enviou uma equipe até o Espírito Santo, liberando mais dois helicópteros que eventualmente podem ser disponibilizados para os trabalhos de busca e salvamento na região serrana do Rio.

“Enviamos também uma equipe até o Rio de Janeiro para liberar outro helicóptero do governo que necessitava de manutenção. Estes mesmos técnicos vão realizar, também naquela cidade, inspeções nas aeronaves da Polícia Militar de São Paulo que foram enviadas para a região atingida. Estamos com 29 helicópteros da Helibras/Eurocopter na região e nosso objetivo é contribuir para que o maior número deles se mantenha em operação”, informa Vitor Coutinho, gerente de manutenção da Helibras.

Outro técnico da Helibras encontra-se no Rio para dar apoio exclusivamente a uma aeronave do modelo EC-145 cedida pelo governo do Maranhão, que a recebeu recentemente e que foi disponibilizada e incorporada à força-tarefa que trabalha desde a semana passada na área atingida.

Donativos

A empresa também iniciou uma campanha na cidade de Itajubá para arrecadar donativos para auxiliar as vítimas das enchentes que atingiram diversas cidades no sul de Minas Gerais e para os atingidos pelos deslizamentos na Serra Fluminense. Em parceria com a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura local e outras empresas locais, a empresa está convidando funcionários para atuarem como voluntários na arrecadação e organização das doações de água, roupas de cama e materiais de limpeza e higiene pessoal além de alimentos, e vai providenciar o transporte de todos os materiais até as sedes da Cruz Vermelha em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.


Fonte: Convergência Comunicação Estratégica


2 COMENTÁRIOS

  1. Uma importante notícia, fico muito feliz ao tomar conhecimento desta matéria.
    Poucas forças policiais possuem seus próprios mecânicos, evidenciando a importância dos profissionais que atuam na área.
    Parabéns a Helibras por disponibilizar seus técnicos para apoiar nas operações aérias da região serrana do RJ.
    A atitude demonstra a seriedade da empresa!

    Agt PM Juan Berti
    CIEMER190 5ª RPM – PMSC
    -futuro piloto policial.

  2. Não faz mais que a obrigação. Depois de tantos BILHÕES que a população brasileira já colocou em seu caixa, ceder esses profissionais não é mais do que a obrigação da empresa.

Escreva um comentário

8 − sete =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários