Helicóptero da Polícia Nacional de Angola acidenta-se e não há sobreviventes

Luanda – Um helicóptero, modelo AS350B3 – Ecureuil (esquilo) da Polícia Nacional de Angola (PN), matrícula “PN-102”, que prestava serviço de apoio à Comissão Nacional Eleitoral (CNE) acidentou-se neste sábado (01/09), por volta das 18h30 minutos, a 12 quilómetros da cidade do Dundo, capital da província da Lunda Norte.

O acidente provocou a morte dos seus quatro ocupantes, o comandante de bordo inspector-chefe Tiago Casimiro, do ajudante de bordo, segundo sub-chefe Adelino João Brandão, dos funcionários da CPE, Lourenço Mussenoho e Maria Augusta João, chefe de departamento de Finanças e Logística e chefe de contabilidade, respectivamente.

As autoridades adiantaram que do acidente resultou também a destruição total do aparelho. Foi enviada ao local uma equipe da Polícia Nacional e da Força Aérea Nacional para apurar as reais causas que deram origem ao referido acidente.

O Comando-Geral da Polícia Nacional, a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) e o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, perante o infausto acontecimento, renderam profunda homenagem às vítimas e apresentaram às famílias enlutadas os mais sinceros sentimentos de pesar.

O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, foi homenageado no domingo, pelo Movimento Nacional Espontâneo, com um jantar, por ocasião da passagem do seu 70º aniversário natalício celebrado a 28 de agosto último. “Aproveito a ocasião para apresentar às famílias enlutadas as mais sentidas condolências”, expressou José Eduardo dos Santos, quando discursava.

O estadista angolano pediu, por outro lado, aos membros da CNE para prosseguirem com o bom trabalho, que de acordo com José Eduardo dos Santos, “está a ser elogiado por todo o mundo”. A forma ordeira e transparente como decorreram as eleições gerais de 2012 no país mostrou a maturidade política dos angolanos e o compromisso com a paz.

Concorreram ao pleito de 31 de agosto nove formações políticas, das quais, cinco partidos políticos (MPLA, PRS, UNITA, FNLA e PAPOD) e quatro coligações: CASA-CE, Nova Democracia (ND), CPO e FUMA.

Por Piloto Policial, com informações Agência AngolaPress.

Escreva um comentário

um × quatro =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários