Helicóptero policial de Porto Rico é alvejado por tiros, copiloto faleceu

O helicóptero da polícia municipal de San Juan, em Porto Rico, foi atingido por tiros durante uma ocorrência policial na terça-feira (04Mai10) à noite. O copiloto, civil, que foi atingido pelos disparos, faleceu na quarta, devido aos ferimentos.

O co-piloto, Jesús Fernando Quiñones Santiago, foi ferido, juntamente com o policial municipal Eduardo Meléndez Alvelo, quando homens armados dispararam pelo menos 31 tiros no helicóptero que eles tripulavam, durante uma perseguição sobre o setor de São José do Rio Piedras.

Os médicos tiveram de remover uma bala alojada em Santiago, que foi baleado nas costas. Alvelo, tinha fragmentos de bala perto de sua axila, sendo que estaria com o quadro clínico estabilizado e continuava hospitalizado em recuperação até quarta-feira à tarde.

As 11 pessoas que foram presas pela polícia municipal, em conexão com o incidente, no entanto, foram soltas depois que um procurador de San Juan vislumbrou que não havia provas suficientes para acusá-los. O FBI, bem como a polícia estadual e municipal estão investigando o incidente.

O porta-voz da polícia Damaris Pereira disse que o co-piloto e o policial foram atingido quando apoiavam uma perseguição à um motorista envolvido em um acidente de trânsito, por volta das 21:21 de terça-feira.

Pereira disse que o motorista suspeito José Gutiérrez Santana, foi abordado e foi localizado no interior do seu veículo diversas munições, e nesse momento um grupo de homens nas proximidades da abordagem começaram a disparar contra o helicóptero.

Santiago e Alvelo foram feridos pelos tiros. O piloto, José Rivera, que saiu ileso do incidente, imediatamente efetuou pouso no campo de beisebol de San José.

O Diretor da Polícia de Homicídios, Tenente José Rivera Alicea declarou que a polícia municipal encontrou 33 cartuchos de munição de fuzil calibre 223 próximo de onde a polícia disse que os tiros tinham vindo. Declarou ainda que localizou munições em veículos próximo da região e detiveram 11 pessoas nas buscas, como suspeitos da autoria dos disparos.

O procurador de San Juan determinou na quarta-feira que não havia provas suficientes para prender as 11 pessoas, que foram libertadas, disse Alicea Rivera, acrescentando que o FBI está investigando o incidente, pois a tentativa de destruir uma aeronave é um crime federal. Ele disse que agentes do FBI e funcionários da Federal Aviation Administration estão entrevistando os moradores da região desde quarta-feira.

Ele disse que a investigação conjunta já obteve algumas pistas sobre a autoria dos disparos.

“Poderia ter sido muito pior se o helicóptero perde-se o controle e caisse”, disse Alicea, que acrescentou que um jogo de softball estava acontecendo no campo de beisebol de San José, onde o helicóptero fez o pouso de emergência.

Segundo o porta-voz do FBI, Harry Rodriguez, “De acordo com a legislação vigente estabelecida pelo Departamento de Justiça americano, este crime pode ser apenado com pena de morte”.


Fonte : Puerto Rico Daily Sun e Officer.com


7 COMENTÁRIOS

  1. Isso serve Novamente de Alerta para os Policias Estaduais Policia Federal SOBREPoder de fogo de traficantes No Caribe e America Latina , onde Rio de Janeiro em Outubro 2009 Abateram UM AS 355 da Policia Militar onde Tres Policiais perderam a vida ! Um absurdo derrubar uma aeronave Policial a tiros inaceitavel !!!!!!!!!!!!!

  2. SAN JUAN, Porto Rico –

    Homens armados dispararam de um helicóptero da polícia que ajudou a perseguir um motorista que fugiu de uma blitz de trânsito em Porto Rico, ferindo mortalmente um tripulante e feriu o outro, um oficial do FBI, disse quarta-feira.

    O San Juan policial municipal morreu quarta-feira de ferimentos sofridos no ataque de terça-feira, o porta-voz do FBI Rodriguez disse Harry.

    Rodriguez disse que o FBI tinha assumido a jurisdição sobre o caso na sequência de discussões com o chefe da ilha E.U. da polícia.

    “Em conformidade com as diretrizes estabelecidas pelo Departamento de Justiça E.U. esta é a pena de morte caso elegível”, disse o porta-voz.

    O helicóptero estava a seguir o motorista que fugiu dos policiais no terreno, em Rio Piedras, fora da capital de Porto Rico, San Juan.

    Enquanto a polícia se aproximou e prendeu o suspeito, um grupo de homens nas proximidades abriram fogo contra os helicópteros, disparando pelo menos 31 balas e acertando os oficiais a bordo, porta-voz da polícia local, disse Eduardo Rodriguez. Ele disse que o piloto fez um pouso forçado em um campo de beisebol.

    Onze pessoas foram detidas pela polícia para interrogatório, mas todos foram liberados, o porta-voz do FBI disse. Ele disse que ninguém estava em prisão preventiva.

    fonte – officer.com Site policial Americano

  3. Gostaria de colocar aqui a questão de equipamento aeropolicial adequado. A julgar pelo que tenho lido e ouvido, talvez o modelo Black Hawk UH-60L atendesse de forma exemplar os requisitos policiais de cidades como Rio e São Paulo. Via FMS, com a devida adequação da legislação, o governo poderia oferecer aos dois estados uma relação não menor que três aeronaves (duas operacionais e uma em manutenção – 63% de disp), entregues em dois anos, incluindo treinamento, adequação de instalações para operação, logística e normatização de doutrina. O helicóptero de polícia correto, capaz de combater com eficácia, alta sobrevivência e velocidade, em ambiente urbano, se chama BlackHawk UH-60L, Sikorsky.

  4. Segundo informações a aeronave atingida era um Bell 206B JetRanger.

    Mais informações sobre o ocorrido e sobre as investigações :

    Em inglês :
    http://www.prdailysun.com/index.php?page=news.article&id=1273285182

    Em português (Google Translator) :
    http://translate.google.com.br/translate?js=y&prev=_t&hl=pt-BR&ie=UTF-8&layout=1&eotf=1&u=http://www.prdailysun.com/index.php%3Fpage%3Dnews.article%26id%3D1273285182&sl=ru&tl=pt

    Grato

    Alex Mena Barreto
    http://www.pilotopolicial.com.br

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

dezessete − 6 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários