- Anúncio -

MARCUS VINICIUS BARACHO DE SOUSA

Você já refletiu sobre os processos produtivos do serviço aeromédico? O que realmente entregamos como serviço para a sociedade?

Diferente de um objeto concreto, como um carro, sapato ou perfume, o serviço aeromédico é o produto intangível, porém, tão real e capaz de ser percebido, como qualquer outro.

Saber identificar exatamente os processos produtivos de serviço, vai facilitar a definição de estratégias e planos para garantir a melhoria contínua e tornar-se referência no setor.

Dessa forma, liga-se o pensamento em torno de tudo que é preciso, no que se refere a pessoas, recursos, tecnologia, entre outros, para realizar a entrega de um serviço que atenda as expectativas do usuário (cliente). Evita-se então, a perda de tempo e investimentos, entre outras coisas, com assuntos ou iniciativas que não contemplam o alinhamento institucional.

Para mim o serviço aeromédico apresenta-se nos seguintes processos produtivos:

  1. Transporte de Órgãos ou Pacientes para transplantes;
  2. Resgate Aeromédico;
  3. Remoção Aeromédica;
  4. Transporte de Equipe Médica a locais de sinistro.

Para cada um deles será necessário prever composição necessária para execução, considerando normas, formação de pessoas, regulação médica, protocolos de atendimento, sistematização operacional, recursos, estrutura hospitalar, aeronaves adequadas, etc.

Destaco também o processo “4.” como sendo a oportunidade de ampliar o serviço aeromédico para a população, levando equipe médica para os locais críticos, ofertando suporte avançado à preservação de vidas (Golden Hour), sem, contudo, transportar a vítima com a aeronave, a qual seria conduzida via terrestre, após ser estabilizada.

Essa proposta se apresenta como opção sustentável, para as regiões onde as Organizações Aéreas ainda não conseguiram equipar suas aeronaves para realizar o resgate aéreo, e/ou ainda não se conseguiu construir uma estrutura hospitalar adequada para receber a aeronave de resgate (ex: hospitais que não possuem ainda heliponto). Futuramente trataremos do tema em artigo específico.

Não há intensão de esgotar o assunto, mas destacar os processos de maior importância para a população, e promover a reflexão contínua para que todos os atores envolvidos se identifiquem dentro do sistema e possam participar e contribuir para excelência do serviço aeromédico.

Bons voos, com boa gestão!

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários