Ocorrência de “estreia” da BRPAe de São José do Rio Preto

São José do Rio Preto – Uma perseguição cinematográfica a um carro em fuga, com tiroteio e morte marcaram a estreia da atuação tática do helicóptero Águia 17, da Polícia Militar, em Rio Preto, na noite de ontem. A operação, que durou cerca de duas horas, resultou na morte de um dos suspeitos, baleado com um tiro no pescoço e outros três no abdômen, durante confronto em matagal às margens da BR-153.

A ação teve início após um ladrão armado invadir uma loja de calçados na rua Abrão Tomé, na zona sul de Rio Preto, e roubar R$ 600 e um par de tênis. O suspeito fugiu em um Pegeout ocupado por outro homem e uma mulher grávida. Viaturas da Força Tática iniciaram o acompanhamento terrestre. Segundo o capitão Dário Mateus Felix Júnior, comandante do Força Tática, o trabalho mobilizou uma dezena de viaturas do 17º e 52º batalhões ao cerco em ruas e na BR-153, no trecho de divisa territorial com Bady Bassitt.

A intensa movimentação de policiais no local do confronto interditou o trânsito de veículos nos dois sentidos da rodovia, por alguns minutos. O congestionamento chegou a cinco quilômetros nas duas pistas. O helicóptero foi acionado quando o veículo do suspeito parou e o motorista desceu armado. O criminoso se escondeu em um matagal, distante cerca de 500 metros da rodovia. O casal ocupante do carro foi preso. A gestante foi levada à Santa Casa.

Ao serem presos, os passageiros alegaram ser reféns, mas segundo a polícia, o casal também é suspeito de envolvimento no roubo. Durante as buscas, que contou ainda com ajuda de cães farejadores da PM, vários tiros foram disparados no meio do mato. O helicóptero Águia 17 forneceu a iluminação para o trabalho das equipes em terra. Às 18h50, uma viatura da Polícia Ambiental saiu da fazenda na região, levando o suspeito ferido ao Hospital de Base.

O criminoso morreu por volta das 20 horas. Até o fechamento desta edição, a PM não informou se o casal preso seria levado ao Plantão Policial ou Delegacia de Investigações Gerais (DIG). Esta é a segunda morte de suspeitos por policiais de Rio Preto em menos de 48 horas. Ontem, foi enterrado em Mirassol o suspeito morto em suposta troca de tiros na segunda-feira.

Ajuda do céu

O helicóptero da PM, que entrou em operação na semana passada, tem capacidade para seis pessoas, é equipado com rádios digitalizados, computador de bordo com mapas e cartas de rotas de municípios, farol de busca com giro de 360 graus para localização de pessoas durante a noite, guincho para resgate de pessoas e objetos, além de equipamentos médicos de resgate e GPS. O equipamento é comandado pelo capitão Marcus Vinícius Baracho de Sousa.


Fonte: Diário Web, por José Luiz Lançoni.


2 COMENTÁRIOS

  1. É ISSO AÍ COMPANHEIROS DO GRPAE, CONTINUEM DANDO MUITA PRESSÃO NESSA MARGINALIDADE, POIS O BANDIDO EM CONFRONTO COM A POLÍCIA SÓ TEM DUAS SAÍDAS: OU SE ENTREGA E VAI PRESO, OU VAI PARA O IML.
    PARABÉNS POR ESSA MISSÃO.
    CAP PMPE ROMILDO – ASP92.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

3 × 5 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários