Pontos estratégicos para pousos emergenciais do helicóptero Águia são estudados em Presidente Prudente

Presidente Prudente – Em visita na manhã desta segunda-feira (29/03/2010) ao gabinete da Prefeitura de Presidente Prudente, o Comandante do Comando de Policiamento do Interior (CPI-8), Coronel PM Homero de Almeida Sobrinho, agradeceu o prefeito Milton Carlos de Mello ‘Tupã’ (PTB) pelo apoio dado à Polícia Militar, em termos de estrutura e empenho, “para melhores condições do policiamento”. “Às vezes temos pequenos problemas que podem se tornar imensos no âmbito da segurança pública.

Essa parceria tem contribuído para que atuemos de forma mais efetiva no município. Além disso, tem resultado numa somatória de medidas que vão desde as limpezas em terrenos baldios, feitas pela Prefeitura e que facilita nosso trabalho em caso de buscas, às parcerias estabelecidas com a Semav [Secretaria de Assuntos Viários e Cooperação em Segurança Pública] para o desenvolvimento de ações e melhores resultados no trânsito”, adianta.

Reunião realizada esta manhã no Gabinete do Prefeito de Presidente Prudente

O Comandante do CPI-8 também aproveitou a ocasião para tratar com o prefeito sobre a viabilidade do município dispor de alguns pontos estratégicos para pouso do helicóptero Águia-16, em caso de operações especiais.

A aeronave foi entregue ao CPI-8 na última sexta-feira (26/03) pelo governador do Estado de São Paulo José Serra. “Alguns pontos já foram previamente planejados e pré-definidos, mas por uma questão de segurança não podemos revelar quais são. E o prefeito Tupã tem nos ajudado nesse sentido. As providências têm sido tomadas pela administração municipal em tempo reduzido, sendo que os trabalhos são feitos de forma indireta e prática”, elogia.

“O que estamos planejamos para tal, são áreas com gramado ou com um solo sólido em um local não-acidentado, para que os pousos possam ser realizados em casos necessários, e para que em uma determinada emergência à locomoção de viaturas policiais até estes locais seja de fácil acesso”, completa.

Conforme o coronel, por enquanto, a BRPAe, onde fica a aeronave, é provisória. “Como ainda não temos um hangar definitivo, estamos utilizando o espaço que a Unoeste [Universidade do Oeste Paulista] nos cedeu para que o helicóptero fica lá provisoriamente.

O projeto, quanto à construção do hangar da PM, que também vai funcionar no Aeroporto Estadual Adhemar de Barros ao lado do hangar o qual utilizamos atualmente, está em andamento, em fase de licitação. Por conta de algumas mudanças que foram necessárias, acredito inclusive que o trâmite para construção da base se estenda ainda por mais de um ano”, explica. A obra, inicialmente orçada em 1,5 milhão, custará R$ 2 milhões. “O caminhão para transporte de combustível na região, caso o helicóptero esteja necessitando de abastecimento em uma outra cidade da região, está orçado em R$ 600 mil e deve chegar em até 3 meses”, encerrou.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Presidente Prudente


Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

dezessete + 19 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários