Unidades de Aviação Policial dos EUA – Censo 2007 do Departamento de Justiça Americano

Em 2007 foi realizado Censo pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos da América, cujo objetivo era analisar as Unidades de Aviação Policial em operação naquele país.

Após análise dos dados colhidos pelo Censo foi elaborado um relatório e publicado em julho de 2009 no site do U.S. Department of Justice.

O relatório apresenta dados extremamente interessantes e faz uma radiografia da Aviação Policial dos EUA, além de demonstrar a complexidade dessa atividade e sua disseminação pelos Estados americanos.

Alguns dados chamam a atenção e merecem ser esmiuçados na leitura integral do relatório, entretanto, como exemplo, apresentamos alguns números:

→ Em cada cinco Agências Policiais, uma possui Unidade Especializada de Aviação (helicóptero ou avião em operação);

→ Das 941 Agências Policiais nos EUA, existem catalogadas 201 Unidades de Aviação;

→ Estão presentes em 46 Estados americanos e no Distrito de Colúmbia;

→ Cerca de 3.400 pessoas trabalham nessa Aviação;

→ Há 899 aeronaves em operação, sendo, 604 helicópteros e 295 aviões;

→ Voou cerca de 363.000 horas;

→ 88% das Unidades de Aviação operam helicópteros e 50% operam aviões;

→ Foram gastos em 2007 pelas Unidades de Aviação um valor estimado de US$ 283 milhões em compras de aeronaves, leasing/financiamento, manutenção de aeronaves e combustível de aviação;

→ Com combustível de aviação gastou-se cerca de US$ 35 milhões, e

→ Com manutenção de aeronaves gastou-se cerca de US$ 80 milhões.

O Relatório apresenta outras informações bem interessantes e para quem atua na Aviação de Segurança Pública é uma ótima oportunidade de aprendizado.


Leia aqui o questionário realizado pelo Censo 2007.


Leia aqui o RELATÓRIO na íntegra.


Fonte: U.S. Department of Justice, Lynn Langton, BJS Statistician.


Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

16 − quatro =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários