Minas Gerais – Na quarta-feira (4), o avião Arcanjo 09 do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros realizou apoio interestadual ao Sistema Único de Saúde (SUS). Uma equipe foi acionada para transportar um bebê de apenas seis meses de idade, do Rio de Janeiro (RJ) para Porto Alegre (RS), onde passará por um transplante de intestino.

O serviço é realizado mediante convênio entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Corpo de Bombeiros Militar (CBMMG) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), denominado Suporte Aéreo Avançado de Vida (SAAV/MG).

“O transporte de pacientes por aeronave é uma operação que possibilita acesso aos serviços de saúde. O SAAV-MG tem uma estrutura que consegue atender, casos excepcionais como esse, envolvendo o apoio a outros estados no transporte de pacientes”, explica o comandante do Batalhão de Operações Aéreas, major Fábio Dias.

Arcanjo 09 do CBMMG transporta bebê do Rio de Janeiro para realizar transplante em Porto Alegre, RS

Eficiência

O transporte aeromédico é a alternativa mais eficiente de atendimento para alguns casos graves de saúde, em que o paciente não tem condições de tratamento em sua cidade ou na região onde reside. Muitas vezes, o tratamento está a milhares de quilômetros e a única forma de garantir o atendimento necessário no menor tempo possível é por meio de aeronaves.

“Para o deslocamento, são analisadas várias questões que envolvem, por exemplo, emprego do recurso disponível, distâncias a serem percorridas, questões climáticas e de abastecimento, condição clínica e segurança do paciente e da equipe. A operação dessa aeronave no estado é extremamente gratificante porque é oferecido um serviço de excelência e que inúmeras vezes salva vidas”, avalia a major do CBMMG, Karla Lessa Leal.

Aeronave nova

O Arcanjo 09 é um dos aviões adquiridos recentemente pelo Governo de Minas Gerais para atendimento às demandas operacionais da SES-MG e do CBMMG. Com investimento de 7,5 milhões de dólares, os dois aviões Cessna, modelo Grand Caravan C208 EX, podem realizar transportes pré e inter-hospitalares de pacientes, transporte de órgãos e tecidos humanos para transplantes e distribuição de insumos de saúde, como vacinas.

O avião possui equipamentos médicos que o qualificam como uma UTI aérea. Além disso, a equipe de profissionais formada por médico, enfermeiro e bombeiro militar (piloto, copiloto e operador aerotático) é preparada para realizar esses tipos de missões.

Na quinta-feira (29/7), a Arcanjo 09 realizou sua primeira missão ao transportar parte das doses de vacinas contra COVID-19 e influenza para Unidades Regionais de Saúde (URSs) do estado. Os imunizantes foram distribuídos para Patos de Minas, Unaí e Teófilo Otoni.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

1 × 5 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários