- Anúncio -

Santa Catarina – O Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros Militar e o Grupo de Resposta Aérea de Urgência (GRAU) do SAMU realizariam nessa semana instrução para profissionais de saúde embarcado (PSE).

A qualificação tem o intuito de adequar as equipes terrestres avançadas de saúde do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) a nova regulamentação da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC), o Regulamento Brasileiro de Aviação Civil nº 90, vigente desde junho desse ano.

Para o regulamento, profissional de saúde embarcado (PSE) é aquele que em situações excepcionais é imprescindível à realização de operações aeromédicas para manutenção e/ou restauração da saúde do paciente. Ele difere do operador de suporte médico, que é o profissional da saúde capacitado com atribuições específicas a bordo e apto para a realização de operações aeromédicas, resgates, salvamentos e similares.

A instrução orienta as equipes de saúde a atuarem de forma segura quando eventualmente acionados em casos de emergências, risco de morte iminente, agindo em conjunto com as aeronaves de segurança pública de Santa Catarina e que podem prestar apoio na ausência dos helicópteros Arcanjo.

O treinamento buscou também observar as normas de segurança de voo, comportamento em torno e/ou no interior das aeronaves juntamente aos cuidados de medicina e enfermagem aeroespacial.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários