Brasil – Em clima de emoção, 68 refugiados vindos da Ucrânia pousaram nesta quinta-feira (10), na capital do Brasil, às 12h28, em duas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB). Em um KC-390 Millennium e um VC-99B Legacy, os passageiros, acompanhados também de oito cachorros e dois gatos, decolaram de Varsóvia, na Polônia, na quarta-feira (09), com o apoio da diplomacia brasileira.

As aeronaves foram interceptadas por dois caças F-5M da FAB, momento em que um dos pilotos transmitiu uma mensagem aos passageiros.

“O Governo Brasileiro dá as boas-vindas aos brasileiros e estrangeiros resgatados, que agora se aproximam do pouso em nossa capital. É motivo de orgulho para a Força Aérea Brasileira – As asas que protegem o País – concluir esta missão, trazendo todos em segurança para a nação que os acolhe. Que os novos dias sejam de paz, tranquilidade e esperança na Pátria Amada Brasil”.

Um pousou técnico foi realizado na Base Aérea de Recife (BARF), na manhã desta quinta-feira e, em seguida, os aviões decolaram para a Base Aérea de Brasília (BABR), onde 42 brasileiros, 20 ucranianos, cinco argentinos e um colombiano foram recepcionados.

Segundo o Comandante da aeronave, Major Aviador Anderson Dias Santiago, do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, o KC-390 foi especialmente equipado para a Operação Repatriação. “Instalamos mais um banheiro e uma galley para o preparo de comissaria em apoio a todos os passageiros, para que tivessem o máximo de conforto possível, aproveitando as capacidades e espaços da aeronave”, explicou.

O Pastor Rodrigo Rocha Coutinho, nascido em Campos dos Goytacazes (RJ), chegou ao Brasil com sua esposa Elena Rocha Coutinho, enteada e netos. Ele comenta que não há palavras para descrever o alívio de retornar à Pátria, enquanto a Ucrânia enfrenta o seu 15º dia de guerra. “Vivemos em uma cidade que está sendo muito bombardeada. Pela graça de Deus conseguimos fugir em meio aos ataques”, conta o repatriado.

O Jogador de Futebol, Jackson Fernando Soares Junior relatou a situação na Ucrânia, em meio aos confrontos com a Rússia. “Foram quase dois dias para sair da Ucrânia e passar até a fronteira da Polônia. A situação é delicada”, salienta.

A brasileira Médica Amarilis Tomaz Cabral, de 28 anos e que morava há cinco na Ucrânia, chegou ao Brasil com sentimento de gratidão. “Fizemos uma ótima viagem e só temos a agradecer. Realmente fomos resgatados e estamos de volta ao Brasil para ficar entre amigos”, ressalta.

O Treinador de Futebol Luiz Jurescu conta, também, da satisfação de retornar ao Brasil. “Por causa dessa tragédia que ocorre na Europa, estamos de volta. Apesar do contexto, essa experiência com a FAB foi maravilhosa, todos estão de parabéns em trazer os brasileiros, em relação ao tratamento com os animais e é uma satisfação estar de volta”, finaliza.

Após o pouso em Brasília, todos os brasileiros e estrangeiros receberam suporte, por parte do governo brasileiro, para retornarem aos estados de origem e encontrarem seus familiares.

Escreva um comentário

treze − três =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários