- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

O plenário do Conselho Federal de Enfermagem recebeu, nesta quinta-feira (27), o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas, André Madeiro de Oliveira. A visita discutiu o atendimento pré-hospitalar em asas fixas e rotativas (aviões e helicópteros), atualmente regulamentado pela Resolução Cofen 551/2017.

“Foi um espaço aberto que gerará grandes feitos e a sociedade brasileira tende a ganhar muito”, afirmou o comandante. Para o presidente do Cofen, Manoel Neri, “a visita do comandante é um reconhecimento do papel do enfermeiro no resgate aéreo”.

Foi criado um Grupo de Trabalho, vinculado à Comissão Nacional de Urgência e Emergência, para discutir e propor matriz curricular sobre a formação do enfermeiro tripulante de aeronave (denominados Operadores de Suporte Médico, conforme o RBAC Nº 90 da ANAC).

Em fevereiro desse ano, já havia sido realizada uma reunião sugerindo a atualização da Resolução Cofen nº 551, em razão da publicação do RBAC 90, que criou a  função de operador de suporte médico na Aviação Pública (Saiba mais sobre a reunião).

“A criação deste grupo, reunindo enfermeiros civis e militares, vai aprimorar a assistência e a formação dos profissionais, sobretudo quanto à ambientação à segurança de voo”, avalia o coordenador da Comissão Nacional de Urgência e Emergência, Eduardo Fernando de Souza.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários