Confrontos armados envolvendo helicópteros policiais

Alessandro José Machado
Iagã Indalêncio Cota

Destaca-se nesta sintética abordagem a apresentação de forma sucinta, porém elucidativa, da necessidade de organização e composição de ações táticas que preparem para um possível confronto armado envolvendo aeronave policial.

A evidente evolução das táticas e técnicas policiais é alavancada pelo rigoroso aumento da ousadia e aparato marginal, fazendo-se necessária a utilização aerotransportada como plataforma de tiro, deixando de ser aplicada unicamente como plataforma de observação aérea.

Essa necessidade, por sua vez, está amparada pela missão constitucional da Polícia Militar, aliada também ao direito de defesa da própria vida e de outros.

Este artigo demonstra ainda, com exemplos históricos de confrontos armados, a necessidade de treinar e cada vez mais aperfeiçoar técnicas de ação repressiva, sem no entanto abandonar a doutrina de observação e o foco na prevenção.

Palavras-chave: Segurança pública. Confronto armado. Aviação policial. Plataforma de tiro.


Confrontos armados envolvendo helicópteros policiais


Sobre os autores:

Alessandro José Machado, é Major da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina, com Especialização em Administração de Segurança Pública pela Unisul/PMSC, Bacharel em Direito pela UNIVALI. E-mail: [email protected]

Iagã Indalêncio Cota, é Capitão da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina, com Especialização em Gestão Estratégica de Recursos Humanos – Brasileiro/UNISUL. E-mail: [email protected]

O presente artigo foi publicado originalmente na Revista Ordem Pública, Vol. 5, n. 2, Semestre II – 2012, e publicado no site Piloto Policial com a autorização dos autores.

1 COMENTÁRIO

Escreva um comentário

um × 4 =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários