- Anúncio -
Ascom Palmas

Tocantins – Médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e condutores que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (SAMU) de Palmas e militares que atuam no Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAer) participam nesta segunda e terça, 11 e 12, do curso de Transporte Aeromédico, um dos pré-requisitos que regem o convênio entre ambas instituições.

As aulas teóricas estão sendo ministradas no auditório do Instituto Vinte de Maio. As noções práticas sobre reconhecimento às aeronaves e noções de operações serão ministradas nesta terça no período da tarde no Hangar do Estado.

Atualmente, apenas dois profissionais do SAMU são habilitados para realizar esse atendimento aeromédico. Com o curso, o quadro de profissionais habilitados aumentará.

“Com essa capacitação vamos nivelar as questões técnicas e operacionais que compreender esse atendimento aeromédico, e todas as equipes estarão aptas para realizar esse atendimento em tempo hábil”, explicou a enfermeira Melissa Vasconcelos.

Durante o curso, a enfermeira Melissa e o médico socorrista, Claudenir Katzwinkel, abordarão os fundamentos do transporte aeromédico, pré-requisitos e perspectivas, peculiaridades de aeronave de asa fixa e rotativa, protocolos, principais fatores que influenciam o voo como estresse, altitude, vibração e som.

Pelo CIOPAer, o capitão Dennys Dalla e equipe falarão sobre regulamentação e legislação, meteorologia aplicada à aviação, segurança operacional, gerenciamento de cabine, conhecimento técnico de aeronaves, noções de operações aéreas: aproximação, embarque, desembarque de paciente e tripulação e fraseologia aeronáutica (rádio-comunicação e terminologias).

Os resultados esperados são: agilizar o atendimento, aumentar a disponibilidade das equipes médicas do SAMU, aumentar número de atendimentos e a possibilidade de sobrevivência e diminuir as sequelas das vítimas/pacientes.

O curso é dividido em duas turmas com cerca de 30 participantes cada; a próxima turma será capacitada nos dias 16 e 17 de abril.

Atualmente o helicóptero do CIOPAer é multimissão, ou seja, muda sua configuração conforme a operação, mas existe pretensões de ampliar a frota com mais duas aeronaves.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários