- Anúncio -
BPMOA e G1

Paraná – A Escola de Aviação do Batalhão de Operações Aéreas da Polícia Militar (BPMOA) iniciou a formação de novos pilotos. Trata-se da 1º Tenente Maitê Baldan. Ela será a primeira mulher a pilotar as aeronaves da PM do Paraná em missões de resgate, salvamento e policial e a primeira formanda da Escola de Aviação da PM.

Depois de 11 anos trabalhando nas ruas ela se candidatou para pilotar os helicópteros do BPMOA e foi aprovada no concurso interno. O período de treinamento está perto do fim e a ansiedade para pilotar em situação reais também.

O treinamento prático está sendo realizado pela Escola de Aviação da PM com o Falcão 07, helicóptero Robinson R44 Raven II, prefixo PP-ADN. Em cerca de um mês ela deverá estar checada Piloto Comercial de Helicóptero.

Batalhão de Operações Aéreas da PM do Paraná terá a primeira piloto mulher, 1º Ten Baldan. Imagem G1.

Para finalizar a formação, ainda falta realizar a navegação, voo sob capota (IFR), programa de treinamento operacional das aeronaves do Batalhão e ai sim ingressará na escala de voo.

“O servição do Batalhão de Operações Aéreas é muito gratificante, não só pelos resgates aeromédicos que o nosso pessoal faz, mas resgates na serra do mar, na operação verão, e no apoio policial para equipes que estão em solo, disse a Tenente Baldan.”

Em casa ela tem inspiração. A irmã dela é piloto da Força Aérea Brasileira e foi uma das grandes incentivadoras quando surgiu o concurso. Baldan passou por provas teóricas, testes físicos, avalização psicológica e médica que são necessários para ingressar no Batalhão. A turma foi formada por 5 pilotos. Quatro foram formados em escola de aviação contratada pelo Estado. Segundo a PM, em breve novo edital para novos pilotos será lançado.

O BPMOA está sediado no Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba, com atuação em todo o território estadual. No ano passado o Batalhão realizou mais de  1.400 missões, 810 vítimas foram atendidas, 582 operações policiais, 784 transportes de pacientes e de órgãos e 62 voos de busca e salvamento. São nessas missões que vemos a perícia do pilotos e tripulantes e a importância da boa formação.

Poder ajudar é a maior honra para a Ten Baldan que irá trabalhar na Base de Londrina. O Cap Fernando Bonifácio Ferreira da Base de Londrina disse que “é uma satisfação receber a Ten Baldan. Ela está terminando as instruções e em breve vai integrar nossa equipe aqui na Base de Londrina. Nós nos sentimos privilegiados com a chegada de mais um integrante.”

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários