Estados Unidos – AFWERX Agility Prime (programa da Força Aérea dos Estados Unidos com o objetivo de promover uma cultura de inovação dentro do serviço) e o novo parceiro Kitty Hawk alcançaram um marco em maio com seu primeiro exercício operacional utilizando o eVTOL Heaviside.

No primeiro exercício do programa com emprego de um eVTOL, um grupo diversificado de operadores da indústria e do governo, engenheiros e profissionais de teste avaliaram a capacidade de fazer evacuação aeromédica e recuperação de pessoal utilizando a aeronave.

A equipe multidisciplinar reuniu dados para informar a utilidade de uso duplo no estágio de protótipo para subsidiar futuras decisões de desenvolvimento e de campo. Além de avaliar diferentes cenários, a equipe também observou demonstrações de voos pilotados remotamente e totalmente autônomos com o eVTOL Heaviside.

AFWERX Agility Prime faz parceria com Kitty Hawk no primeiro exercício de evacuação aeromédica com aeronave elétrica. Foto: Divulgação

“O mundo vai precisar de novos meios de transporte e o Heaviside é um caminho para nos levar até lá”, disse Sebastian Thrun, CEO da Kitty Hawk. “Estamos entusiasmados em trabalhar com o Agility Prime e esperamos nossa colaboração contínua à medida que levamos eVTOLs para mais pessoas”.

Fundado em 2010, com sede na Califórnia, a Kitty Hawk desenvolveu o eVTOL Heaviside em homenagem ao engenheiro inglês Oliver Heaviside. Projetada para ser rápida, pequena, silenciosa e ecológica, a aeronave voa até 180 mph com um alcance potencial de 100 milhas com uma única carga.

Decola e pousa em um espaço de 30×30 pés, atinge níveis sonoros de 38 dBA a 1.000 pés, é 100x mais silencioso que um helicóptero e requer menos da metade da energia por quilômetro de um carro elétrico convencional.

AFWERX Agility Prime faz parceria com Kitty Hawk no primeiro exercício de evacuação aeromédica com aeronave elétrica. Foto: Divulgação.

O coronel Don Haley, comandante do Destacamento 62 do Comando de Educação e Treinamento Aéreo, que lidera uma equipe no desenvolvimento de programas de treinamento para essas novas aeronaves elétricas, observou: “esta exploração colaborativa de casos de uso comercial / DoD revelou atributos comuns que atendem à mobilidade aérea urbana e operações de busca e resgate: alta confiabilidade, lançamento e recuperação responsivos, pegada logística mínima, acessibilidade para deficientes físicos, baixa assinatura acústica e altos níveis de autonomia.”

O Laboratório de Pesquisa da Força Aérea é o principal centro de pesquisa científica e desenvolvimento do Departamento da Força Aérea. O AFRL desempenha um papel integral na liderança da descoberta, desenvolvimento e integração de tecnologias de combate a preços acessíveis para a força aérea, espacial e ciberespacial.

Com uma força de trabalho de mais de 11.000 pessoas em nove áreas de tecnologia e 40 outras operações em todo o mundo, o AFRL oferece um portfólio diversificado de ciência e tecnologia que varia de pesquisa fundamental a avançada e desenvolvimento de tecnologia.

AFWERX Agility Prime faz parceria com Kitty Hawk no primeiro exercício de evacuação aeromédica com aeronave elétrica. Foto: Divulgação.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

dezesseis − 7 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários