- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Paraíba – O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), aprovou na segunda-feira (3), em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), a implantação do Grupo de Resgate Aeromédico Estadual (GRAME) para compor a Rede de Urgência e Emergência da Paraíba. O serviço é resultante de uma cooperação entre a SES e a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (SESDS).

De acordo com a coordenadora de Urgência e Emergência da SES, Débora Gomes, a unidade será tripulada, inicialmente, pela equipe do Grupo Tático Aéreo (GTA). Ela afirma que, atualmente, os dois órgãos já realizam o serviço de resgate. A diferença é que agora o serviço vai funcionar como um suporte avançado de vida aéreo, com equipe médica e utilização de insumos e medicamentos.

Governo implanta serviço de transporte aeromédico na Rede de Urgência e Emergência, em parceria com o GTA da Sesds.

“A proposta desse serviço é fazer, além do resgate, a assistência médica. Inclusive tem um perfil desses médicos que estarão tripulando a aeronave. Tem que ser cirurgião, ter experiência com terapia intensiva, com urgência e emergência, para que consiga, na cena da ocorrência, já começar algum tipo de intervenção”, explica.

O sistema de regulação utilizado será o do SAMU e o serviço poderá ser acionado pelos números 190, 192 e 193. A aeronave deverá voar apenas na área da 1ª Macrorregião de Saúde por questões relacionadas ao tempo/resposta. “Se a gente for voar para Patos, uma unidade de suporte terrestre vai chegar mais rápido que a aeronave”, observou a coordenadora.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, pontua a ação como um grande avanço para o Estado e destaca a importância do serviço. Ele afirma ainda que a previsão do Governo é de, no futuro, realizar esse transporte aeromédico também com avião.

“Sabemos que o raio de ação do helicóptero é de 30 minutos. Com um avião, esse raio ampliaria. Além disso, um estado com 223 municípios há a necessidade de se efetivar um transporte de avião. Nós que trabalhamos com Trauma desde a década de 90, temos exatamente a ideia da importância de um transporte aeromédico. Com certeza vai salvar muitas vidas”, completa.

A deliberação foi aprovada em reunião da CIB por todos os municípios. O próximo passo é a publicação da portaria para o serviço começar a operar. A intenção é que o GRAME seja implantado antes do carnaval.

Governo implanta serviço de transporte aeromédico na Rede de Urgência e Emergência
- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários

comentários