Pará – Na véspera de comemorar 16 anos de criação, o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (GRAESP) concluiu mais um ciclo de requalificação dos profissionais que atuam no Grupamento e entregou certificados e homenagens. O evento aconteceu na sexta-feira (18), no hangar do Grupamento, em Belém.

De 2012 até novembro de 2020 o GRAESP já voou mais de 23.300 horas. Em 2020 a Unidade já voou 2.500 horas, sendo 635 horas somente nas missões de apoio ao combate à pandemia de COVID-19. Para o atendimento aeromédico voaram cerca de 20 horas.

Além das missões diárias, no último mês, mais de 30 tripulantes e mecânicos realizaram, durante uma semana, o curso de atualização de conhecimentos, que envolveu aulas teóricas e práticas no “Centro de Treinamento Cel Moraes”, Fazenda Paricuiã, no município de Terra Alta, no nordeste paraense.

Para que todos participassem da formação sem deixar os compromissos diários, três turmas foram formadas e capacitadas ao longo de 21 dias. Durante as aulas práticas houve descida de rapel, embarque e desembarque, técnicas de atendimento pré-hospitalar em ambientes de difícil acesso e confinados, simulação de pane em aeronave com queda em meio líquido, entre outras técnicas de emprego policial.

O GRAESP realiza missões policiais, transporte e resgate aeromédico, transporte de órgãos para transplante, transporte de animais para unidades de conservação ambiental e durante a pandemia de COVID-19 foi utilizado no transporte de equipamentos hospitalares, equipes médicas e instrumentos de testagem para regiões distantes.

Hoje são 11 aeronaves, sendo seis helicópteros e cinco aviões, em operação. Em todo o Pará existem cinco bases localizadas em Belém, Altamira, Marabá, Redenção e Santarém. Integram o grupamento mais de 100 servidores da Polícia Militar, Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

cinco − dois =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários