Rio de Janeiro – O Grupamento de Operações Aéreas (GOA) do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro realizou, entre os dias 19 e 23 de julho, treinamento de salvamento em altura com uso de helicópteros para militares da Marinha do Brasil.

O treinamento com cerca de 50 horas se dividiu em 3 fases: nivelamento, proficiência e simulado. Na fase de nivelamento foi utilizado o campo de instruções do GBS e contou com instruções práticas de inspeção básica de equipamentos de altura, nós e voltas, equipagem e checagem e adaptação a altura.

Grupamento de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros treina militares da Marinha do Brasil.

Na segunda fase foram utilizados os campos de instrução da Base Operacional do GOA, sediado na Lagoa Rodrigues de Freitas, e do Complexo de Ensino. Os militares da Marinha praticaram o rapel livre na torre, rapel de esqui, resgate Mcguire, resgate arborizado de paraquedas, resgate Mcguire com maca, além dos aspectos de segurança de voo, aproximação, embarque e desembarque de helicópteros.

A terceira fase também aconteceu na Base Operacional do GOA e foi simulada uma aproximação do helicóptero com embarque, onde os alunos praticaram o rapel da aeronave para o resgate.

Para o comandante do GOA, Cel BM Ricardo, o treinamento é parte integrante do currículo do Curso Especial de Tripulante Aéreo de Resgate para Busca e Salvamento (C-ESP-TAR-SAR), do Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval da Marinha do Brasil.

“É sempre um enorme prazer poder colaborar com a formação dos profissionais de salvamento aéreo da Marinha”, complementou Ricardo, comandante do GOA.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

16 − 11 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários