GTA de Pernambuco envolvido em polêmica

A TV Jornal publicou no dia 10/07 matéria sobre o GTA de Pernambuco versando sobre má gestão e desperdício de dinheiro público. A matéria oferece longa entrevista com o Secretário de Defesa Social de Pernambuco, que explica sobre a denúncia e sobre a gestão do GTA. Por ser assunto relevante e de interesse da comunidade aeropolicial, publicamos a matéria na íntegra.

Matéria TV Jornal

Helicóptero parado, hangar esquecido e pilotos não aproveitados. Segundo denúncias de ex-servidores públicos e suas esposas, mais de R$ 2 milhões podem ter sido desperdiçados pelo governo do Estado no Grupamento Tático Aéreo (GTA), órgão ligado à Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE).

As denúncias feitas deram início ao Dossiê GTA, que etá sendo investigado por duas sindicâncias na Corregedoria do Ministério Público. A reportagem do TV Jornal Mais, exibida nesta terça-feira (10), mostra as principais acusações. Um helicóptero em manutenção há mais de um ano, um hangar abandonado que custa R$ 18 mil/mês aos cofres públicos e 16 pilotos que fizeram cursos financiados pelo Estado – ao preço de R$ 100 mil/ano – que estão parados.

O secretário de defesa social, Wilson Damásio, recebeu a equipe da TV Jornal para esclarecer as denúncias contra o GTA. Ele disse que no órgão há uma disputa pelo poder e que servidores que perderam o emprego e gratificações fazem essas denúncias porque saíram descontentes do GTA e querem se vingar.

Em relação ao hangar abandonado, Damásio afirmou que ele passa por reformas. Sobre o helicóptero que está parado, ele diz que “houve uma demora para ficar pronto por conta de burocracias, mas já está no ar”. Quanto ao número de pilotos que estão parados, denunciados na reportagem, o secretário disse que seis estão voando e outros cinco estão aptos a voar e às vezes são cedidos a outros estados.

GTA – O Grupamento Tático Aéreo é especializado em ações de alto risco, como, por exemplo, quando a polícia precisa de um olhar estratégico ou em situações de desastres naturais. A equipe do Grupamento é formada por 33 servidores, entre bombeiros e policiais civis e militares.

Confira a reportagem da TV Jornal:

Fonte: TV Jornal.

4 COMENTÁRIOS

  1. Para todos nós que trabalhamos nas OASP, fica a percepção de que estamos sempre sendo observados pela sociedade em geral, principalmente porque o investimento nas nossas atividades são muito altos. Alguns artigos que publiquei relatam a importância de uma gestão com a aplicação dos conceitos de qualidade e alertam para situações semelhantes, então é importante agir com foco na excelência, fazendo uso da padronização dos processos produtivos, tornando a impessoal a administração, valendo-se dos indicadores de gestão para comprovar e sedimentar o trabalho.
    Aos companheiros de Pernambuco desejo muita tranquilidade, pois, momentos difíceis sempre existirão, mas quando o céu está nublado não aparecem estrelas, e o que prevalece é a competência! Sigam em frente, pois, conseguirão mudar esse cenário!
    Boa sorte!
    Cap Baracho

  2. Já falei isso aqui há um tempo atrás.
    O Estado enquanto não se libertar das Políticas Partidárias e não fincar o pé no PROFISSIONALISMO dos pilotos e auxiliares, será sempre assim, e olha que o Estado de Pernambuco não é um dos mais pobres, ao contrário, um dos Estados da Federação que mais cresce na esfera econômica.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

dezenove − dezessete =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários