- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Amapá – Na segunda-feira (27), uma jovem de 22 anos foi vítima de escalpelamento após entrar em contato com o eixo rotativo do motor de uma pequena embarcação. O acidente aconteceu na localidade de Arapixi, arquipélago do Marajó, no Pará.

Ela foi socorrida pelo Grupo Tático Aéreo (GTA) do Amapá e encaminhada até a capital Macapá, pois era o hospital mais próximo do local. No aeroporto a vítima foi levada na ambulância do Corpo de Bombeiros Militar ao Hospital de Emergência (HE), onde passou por cirurgia e recebeu cuidados médicos.

De acordo com a cirurgiã plástica de urgência do Centro de Queimados do HE, a paciente está consciente e estável, mas segue internada para a realização de curativos. Nos próximos dias, a mulher deve realizar outros procedimentos cirúrgicos para o reparo do couro cabeludo.

“É importante dizermos que esses casos tinham diminuído, mas desde o final do ano passado para cá, já presenciei três casos de escalpelamento. Precisamos conscientizar as pessoas, pois muitas ribeirinhas têm o cabelo grande e elas precisam prender o cabelo, bem como o dono da embarcação que deve cobrir o eixo do motor”, explicou Márcia Lorena Andrade do HE.

Segundo o capitão Alisson Vanzeler, que realizou o resgate, é muito comum que a vítima apresente traumas físicos e psicológicos após esse tipo de acidente, mas a jovem se manteve estável durante o voo.

“O escalpelamento ainda é uma realidade na Amazônia. Há muitas embarcações sem a proteção. Precisamos ter a prevenção dessa população, o GTA tem realizado vários atendimentos dessa natureza. Para nos acionar basta ligar para o Ciodes por meio do número 193”, orientou.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários