- Anúncio -

Noruega – No sábado (23), o navio de cruzeiro Viking Sky teve uma falha mecânica em meio a fortes ventos perto do litoral da Noruega e 479 pessoas, incluindo 17 feridos, foram retirados da embarcação com a ajuda de quatro helicópteros da CHC Helicopter Norway, dois Sikorsky S-92 e dois Airbus AS332 Super Puma.

Além disso, um Sikorsky S-92 foi usado para transportar membros extras da tripulação e outro Sikorsky S-92 ficou de prontidão médica em Brønnøysund.

O navio pertence a empresa Viking Ocean Cruises, do grupo Viking Cruises, e estava viajando para o sul de Tromsø para Stavanger quando começou a experimentar problemas no motor em meio a uma tempestade com ventos de 45 kts com ondas de até 15m.

As quatro aeronaves de busca e salvamento (SAR) chegaram na cena por volta das 14h30, meia hora depois de receber o pedido de socorro. Os quatro helicópteros içaram 15 a 20 passageiros do navio por missão. A operação durou 18 horas, em meio a ondas de mais de 8 metros (26 pés), disse a CHC.

Com apoio do Centro de Operações em Stavanger, as equipes aéreas envolvidas eram formadas por doze pilotos, seis operadores de guincho, sete nadadores de resgate, um operador de sistema e dois engenheiros de apoio terrestre.

Depois de reiniciar três de seus quatro motores no início do domingo (24), o navio Viking Sky, acompanhado por dois rebocadores, navegou com segurança até o porto de Molde, onde os passageiros e tripulantes restantes desembarcaram. Foi montado um centro de amparo aos resgatados.

Patrick Gerritsen, Chief Pilot Search And Rescue da CHC Helicopter disse: “É para isso que treinamos e podemos executar quando somos chamados. Os desafios de uma operação de resgate tão grande e complexa com todos os aspectos de coordenação foram tratados muito bem em estreita colaboração com o Centro de Coordenação de Resgate Conjunto (HRS). Este foi um excelente trabalho de equipe na Noruega.”

Per Andre Rykhus, Gerente Geral de Operações da Noruega para a CHC Helicopter disse que está muito orgulhoso da equipe da CHC pelo enorme esforço durante a operação de resgate. Sua capacidade de colaborar rapidamente garantiu uma operação aérea bem organizada e eficaz que ajudou a manter esses passageiros seguros em condições desafiadoras.

A CHC fornece transporte offshore em seis continentes e opera uma das mais extensas redes de busca e salvamento (SAR) do mundo, com aeronaves que protegem trabalhadores offshore de petróleo e gás no Mar do Norte, no Mar Cáspio, no Oceano Atlântico e Mar de Timor. A CHC também fornece recursos de resposta rápida 24 horas por dia para uma variedade de clientes governamentais e privados em todo o mundo.

Confira o resgate:

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários