- Anúncio -

Por Mauro Beni
Jornalista e Correspondente Internacional na Itália

Itália – Nesta quarta-feira (10), no mais recente boletim de Proteção Civil, são 7 regiões com contágio zero na Itália. Hoje, há 202 novos casos de contágio e 71 pessoas morreram. Já são 34.114 mortos pelo COVID-19. O número total de pessoas recuperadas sobe para 169.939, um aumento de 1.293 pessoas em relação a ontem.

No último boletim divulgado na terça-feira (09), foram 79 mortes e 283 novos casos de COVID-19. Na segunda-feira (08) foram 280 novos casos registrados, com 65 vítimas. No domingo (07), foram 53 mortes e 197 novos casos e no sábado (06) foram 270 novos casos, com 72 vítimas.

Como explica o médico italiano Ranieri Guerra, Diretor de Iniciativas Estratégicas da OMS, o distanciamento social e os comportamentos individuais estão obtendo sucesso enquanto a chegada do verão é de pouca importância. “Se conseguirmos manter o distanciamento social, não haverá nova onda, mas apenas micro-surtos localizados e o sistema de saúde poderá interceptar e conter, impedindo assim uma onda epidêmica; o clima quente que virá não contribuirá para a luta contra o vírus”.

Até 10 de junho, o número total de pessoas que contraíram o vírus é 253.763, um aumento em relação a ontem de 202 novos casos. O número total de positivos atualmente é 31.710, com uma diminuição de 1.162 pacientes em relação ao dia anterior. Entre os atualmente positivos, 249 estão sendo tratados em terapia intensiva, com uma diminuição de 14 pacientes em relação a ontem.

Região da Lombardia – Aeromédico

Na Lombardia, há um aumento em dois pacientes, num total de 4.320 hospitalizados com sintomas, com uma diminuição de 261 pacientes em relação a ontem. 86% dos positivos (27.141 pessoas) estão isolados, sem sintomas, ou com sintomas leves.

Curva do Coronavírus na Itália.
Curva do Coronavírus na Itália.

A Companhia Regional de Urgências e Emergências (AREU 118/112), órgão do serviço regional de saúde na região da Lombardia, está trabalhando com todas as suas equipes no socorro das pessoas com COVID-19.

Além das ambulâncias e centros de operações, possuem cinco helicópteros nas bases de Sondrio, Como, Bérgamo, Brescia e Milão. Os helicópteros cobrem todo o território regional, realizando atividades diurnas e noturnas.

A fotógrafa Martina Santimone acompanhou o trabalho das equipes da AREU no epicentro da emergência na Lombardia e pode companhar o Serviço Médico de Emergência em Helicópteros (HEMS) empenhado no socorro e no transporte de pacientes em toda a região. Além disso, aviões e ambulâncias ajudam as equipes no transporte de pacientes em toda a Itália.

Vacina

Quanto à vacina, Ranieri Guerra explica que, atualmente, existem cerca de 80 vacinas candidatas e 4/5 estão em estágio avançado e muito promissoras. “A previsão é que, no primeiro trimestre de 2021, haja uma confirmação de validade e, em seguida, o início da produção”.

Israel estendeu a proibição de entrada no país a não-israelenses e não-residentes permanentes até 1º de julho, a decisão parece estar ligada a uma segunda onda da epidemia de COVID-19 que atingiu o país.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários