Los Angeles Sheriff Department (LASD) mostra suas aeronaves AS332L1 Super Puma

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Após o Condado de Los Angeles aprovar aquisição de três aeronaves AS 332L1 Super Puma pelo Departamento do Sheriff do Condado de Los Angeles (LASD), essas aeronaves vão substituir os antigos Sikorsky SH-3H Sea Kings, que eram operados pelo LASD Aero Bureau.

Com as peças e o suporte para os três H-3 cada vez mais caros, tomou-se a decisão de substituí-los. Com a aquisição dos três helicópteros AS332L1 – Super Puma, vai continuar a longa tradição do programa Air Rescue 5 do departamento.

O Air Rescue-5, a unidade de resgate do LASD Aero Bureau, iniciou suas operações em 1955 com o primeiro helicóptero do Departamento, um Bell 47. Essa aeronave inaugurou o Departamento para a era dos helicópteros e assim a LASD tornou-se a primeira unidade policial na costa oeste a utilizar helicópteros.

Na década de 1970, helicópteros Sikorsky H-34 (S-58 militares) equipados com motores a pistão foram adquiridos, seguidos pelos novos modelos a turbina, Sikorsky S-58T. O Departamento adquiriu os antigos H-3 em 1998. Toda vez que a unidade efetuava a troca de aeronaves por um modelo mais novo, acaba se beneficiando pela sua capacidade adicional, poder e função.

Com a chegada dos novos Super Puma, o LASD Air Bureau se estabelece como um líder na aviação policial e operações com helicópteros. Os Super Puma irão fornecer um maior desempenho e capacidade de missões em relação ao antigos H-3 Sea Kings, que serão muito bem vindos nas operações na região montanhosa nos arredores de Los Angeles, e assim vão aumentar a segurança global e a capacidade da programa Air Rescue-5.

Uma vez entregue, os três AS332L1 serão atualizados para missões policiais e de resgate com guinchos, FLIR, cockpits compatível com NVG, interior aeromédico para múltiplas vítimas, entre outras modificações. “Os Super Puma são equipados com o que há de avançado em termos de tecnologia para permitir que as tripulações do Air Rescue 5 possa manter uma alta capacidade operacional, em qualquer condição meteorológica”, disse o xerife Baca.

Além disso, os Super Puma serão equipados com uma cabina de pilotagem de aviônica avançada, que incluem sistema de navegação GPS/WAAS (Global Positioning System / Wide Area Augmentation System), capacidade de voo por instrumentos (IFR), e radar meteorológico. Os Super Puma e as tripulações do LASD serão capazes de voar em quase todas as condições climáticas, permitindo que um paciente de trauma a bordo da aeronave possa chegar a uma sala de emergência de um hospital em situações onde outros helicópteros, menos equipados, não tem condições de voar.

Para aumentar a segurança, as aeronaves também serão equipadas com Enhanced Ground Proximity Warning System (EGPWS/TAWS), e sistema Flight Operational Quality Assurance (FOQA). Essa configuração deixa os Super Puma do LASD Air Bureau alinhados com alguns dos mais altos padrões de configuração em termos de segurança de voo e capacidade operacional.

Embora primariamente encarregado como aeronaves de resgate, espera-se que elas também desempenhem outras missões como  inserções e extrações de equipes especiais, interdição marítima e transporte de pessoal após catástrofes naturais, como terremotos, inundações e incêndios. Outras missões podem incluir resgates aquáticos e marítimos, e remoções e transportes para as ilhas Catalina e San Clemente, que se encontram sob a jurisdição do condado de Los Angeles.

O AS 332L1 Super Puma é cerca de 25% menor em tamanho em relação ao venerável SH-3H Sea King, mas pode transportar o mesmo número de pessoas, é mais potente, mais rápido e mais capaz. Isso equivale a um  tempo de resposta 30% mais rápido, o que se traduz em chegadas mais rápidas aos hospitais para pacientes que necessitam de cuidados.

Esta velocidade adicional e a capacidade de voo em quaisquer condições meteorológicas pode ser o diferencial de salvar vidas para pacientes vítimas de trauma. “Nós estamos buscando o que há de mais avançado em relação as capacidades de missões do helicóptero Super Puma. A aeronave também irá revelar-se fundamental, tanto em resgates e quanto em apoio logístico em grandes eventos catastróficos, como terramotos, incêndios, ou relacionado a um incidente terrorista”, disse o Capitão Capitão Luís Duran, do LASD Aero Bureau.


Conheça mais sobre o LASD Air Bureau


Fonte: LASD

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários