Acre – Com base instalada em Cruzeiro do Sul, a equipe do helicóptero Harpia 03 do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER) vem desempenhando missões de remoção aeromédica na Região do Vale do Juruá desde o dia 10 de agosto. Os transportes são acompanhados por equipes de saúde do SAMU.

Nos últimos dias, a equipe realizou remoções de moradores dos municípios de Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão. Em Porto Walter, no dia 2 de setembro, no Seringal Aracati, foi feita a remoção de uma mulher no quinto mês de gestação de seu décimo segundo filho, com uma gravidez de risco.

Para chegar à localidade de difícil acesso, sem coordenadas geográficas, a tripulação foi guiada pelo marido da paciente, que foi reconhecendo as áreas para poder encontrar o local. Ela levou consigo o décimo primeiro filho nos braços, uma bebê de sete meses, em estado grave de infecção, desnutrição e desidratação aguda para o hospital de Cruzeiro do Sul.

De Marechal Thaumaturgo, também no dia 2 de setembro, foi realizado o transporte de um homem de 55 anos, gravemente ferido na fíbula e no tornozelo, que necessitava de urgência para chegar ao Hospital do Juruá e se submeter à procedimento cirúrgico.

Nesse período de seca dos rios, o isolamento nesses municípios tende a se tornar uma questão grave, pois impossibilita a navegação. Além disso, as pistas de pouso de Thaumaturgo e Porto Walter encontram-se em reforma impossibilitando pousos e decolagens de aviões.

“Um transporte que pode levar horas de barco, ocorrer em alguns minutos, para uma pessoa em estado grave é realmente determinante. A forma como nos recebem, o brilho de esperança no olhar, já compensa a complexidade de qualquer missão”, reconheceu o piloto e agente de Polícia Civil, Alexandre Carlos Magalhães Vasconcelos.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

dois × quatro =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários