Espírito Santo – Entre as atividades do dia-a-dia e apoios às ocorrências policiais e de resgate, em 2021, o Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (NOTAER), que trabalha em parceria com Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), foi acionado para atender 187 missões aeromédicas, em um total de 195 horas de voo.

Foram 205 pessoas atendidas pelas equipes dos helicópteros Hárpia em todo o Estado. Em 2022, os casos mais comuns de transporte foram de pacientes com diagnóstico de infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral. Na maioria das vezes, os pacientes foram levados para Vitória.

O ano de 2022 começou e as equipes integradas do NOTAER e do SAMU já realizaram missões aeromédicas. No domingo (2), uma mulher 70 anos foi atropelada por um ônibus na cidade de Guarapari. O SAMU da cidade prestou os primeiros socorros e a equipe aeromédica foi acionada para levar a vítima para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência São Lucas (HEUE), em Vitória.

Na segunda-feira (03), a equipe do Harpia 06 foi acionada para um resgate na BR-101, em Guarapari. Um motociclista de 31 anos ficou gravemente ferido após colidir com um caminhão e precisou de suporte avançado de vida. Depois de estabilizado pela equipe aeromédica do SAMU, foi levado no helicóptero do NOTAER para o HEUE.

O NOTAER pertence à Secretaria da Casa Militar e é composto por policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e servidores civis. A Unidade Aérea Pública capixaba trabalha integrada com o SAMU 192 e atende todo o estado do Espírito Santo.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

1 + 6 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários