- Anúncio -

Índia – Na terça-feira (08), a única operadora aeromédica indiana ICATT (International Critical Air Transfer Team), em parceria com a empresa Kyathi, líder em tecnologia de aviação, e o Governo da Índia, anunciaram o lançamento do “Serviço Integrado de Ambulância Aérea e a Primeira Ambulância Aérea de Asa Fixa do Sul da Índia”.

A aeronave de asa fixa da ICATT-Kyathi para transporte aeromédico de longa distância, combinado com serviços de helicópteros e ambulâncias terrestres fornecerá conectividade e, segundo as autoridades e gestores do serviço, atenderá as necessidades dos serviços médicos de emergência na Índia.

O ministro-chefe de Karnataka, BS Yediyurappa e a Operadora aeromédica ICATT-Kathi laçam primeiro "Serviço Integrado de Ambulância Aérea" na Índia
O ministro-chefe de Karnataka, BS Yediyurappa e a Operadora aeromédica ICATT-Kathi lançam primeiro “Serviço Integrado de Ambulância Aérea” na Índia

Esse avião será a primeira ambulância aérea no sul da Índia, com base no Aeroporto Hindustan (HAL), em Bangalore. O avião e o helicóptero estão equipados com uma capsula de isolamento de paciente e poderão realizar o transporte aeromédico seguro de pacientes com COVID-19.

Com 14 anos de operação, este ano, o ICATT realizou 63 remoções aeromédicas domésticas, 10 transferências internacionais e 7 transferências de órgãos. O ICATT HEMS (Helicopter Emergency Medical Service) desempenhou um papel significativo durante o desastre de Kerala e foi fundamental para salvar muitas vidas.

A operadora assinou recentemente memorando de entendimento com o serviço aeromédico da ADAC Alemanha para o desenvolvimento de seu projeto piloto HEMS. O ICATT também possui um programa de treinamento e é realizado em colaboração com os serviços Kent Sussex HEMS e London HEMS.

Transporte Aeromédico de Paciente com COVID-19

Pela primeira vez, na manhã de domingo (06), um paciente de 58 anos com COVID-19 foi transportado de avião de Calcutá para um hospital de Chennai. O hospital do sul ajudou a família a se conectar com o serviço de ambulância aérea ICATT Kyathi, em Bangalore, que adquiriu cápsulas de isolamento. Além de COVID-19, o paciente apresentava múltiplas comorbidades, incluindo hipertensão, diabetes e infecção pulmonar.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários