- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Itália – No sábado (29), o piloto luso-suíço Jason Dupasquier de 19 anos sofreu um grave acidente durante a qualificação do Grande Prêmio da Itália na categoria Moto3 do MotoGP. Na saída da Arrabbiata 2, Dupasquier perdeu o controle de sua moto. Neste trecho, a visibilidade é reduzida e os pilotos que estavam atrás dele tiveram dificuldades para evitá-lo.

O piloto ficou por cerca de 30 minutos na pista do Circuito de Mugello sendo assistido pela equipe de intervenção médica da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), que  chegou imediatamente ao local do acidente.

Jason Dupasquier foi transportado de helicóptero (H145) para o Hospital Universitário de Careggi, em Florença. O comissário médico da FIM, Giancarlo Di Filippo, afirmou que o estado de saúde do piloto é grave. Segundo informações preliminares ele sofreu traumatismo cranioencefálico, além de trauma torácico e abdominal.

Os outros dois pilotos que também se envolveram no acidente, Ayumu Sasaki e Jeremy Alcoba, estão bem. Realizaram exames no centro médico e foram liberados em seguida.

Essa foi a primeira vez em anos que o helicóptero foi acionado para intervir diretamente na pista. A gravidade do acidente e o estado de saúde do piloto exigiram o acionamento do helicóptero de resgate da operadora italiana ELIFRIULIA, especializada nesse tipo de atendimento.

Pilotos e equipes lamentam a morte do piloto

Na manhã de domingo (30), foi dada a notícia do falecimento de Dupasquier. Os detalhes da causa da morte não foram divulgados pela categoria, mas o hospital informou à agência de notícias AFP que “a constatação da morte cerebral se deu devido as lesões cerebrais incompatíveis com sua sobrevivência”.

Durante a madrugada, Dupasquier havia sido submetido a uma cirurgia torácica por causa de uma lesão vascular. Nessa ocasião o hospital havia informado em boletim “graves lesões cerebrais” e “estado muito grave”.

Nas redes sociais, diversos pilotos e equipes fizeram questão de lamentar o ocorrido, enfatizado o bom momento que o jovem profissional vivia. Após um pódio sem celebrações na Moto2, foi respeitado um minuto de silêncio antes da corrida da MotoGP.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários