Pilotos da PM de São Paulo realizam treinamento em simulador na Eurocopter

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Em 29 de outubro de 2012, na sede Eurocopter, na cidade de Donauworth, na Alemanha, o Major PM Alexandre Atala Bondezan, o Cap PM William de Barros Moysés e o Cap PM Rogério Said, todos pertencentes ao efetivo do Grupamento de Radiopatrulha Aérea da Polícia Militar de São Paulo, concluíram o treinamento de emergências em voo IFR, desenvolvido em simulador de voo da aeronave EC135, com ênfase nas fases críticas do voo IFR.

Algumas das emergências simuladas são impossíveis de serem treinadas em condição real, quer pelo risco ao equipamento, quer pelo risco à integridade dos pilotos. Foram simuladas as mais diversas possibilidades de panes na aeronave, desde as monomotoras na transição do voo visual para o voo por instrumentos, fogo em IMC, até a autorotação partindo de 9.000 pés, em condições meteorológicas degradadas, culminando no pouso em terreno com 50 pés de teto.

Outro ponto interessante do curso é que o simulador está instalado dentro das dependências do fabricante da aeronave e o instrutor faz parte do quadro de pilotos da empresa, ou seja, o treinamento e todas as possibilidades são exploradas ao máximo, fruto de uma expertise criada pela própria localização, aliada a uma rica troca de informações com outras tantas organizações policiais que para lá enviam seus pilotos.

Em relatório do CENIPA, expedido em 2012, com 53,9%, o principal fator contribuinte no acidentes que envolveram a aviação civil entre os anos de 2002 e 2011, foi o julgamento.

O somatório de fatores favoráveis de se realizar treinamento em ambiente virtual resulta, indiscutivelmente, em segurança e aprimoramento do julgamento. É inegável que um piloto que tenha tido a possibilidade de identificar panes impossíveis de serem treinadas em aeronaves reais e praticar as “ações imediatas” previstas nos manuais de voo, terá uma chance maior de manter a integridade física dos ocupantes da aeronave, do que um piloto que não tenha recebido tal treinamento.

Esses pilotos do GRPAe, além de terem tido a oportunidade de exercitar seus reflexos na posição de primeiro em comando, puderam trabalhar como segundo em comando e vice-versa. Ou seja, outro benefício alcançado foi de poder exercitar o CRM em condição de alta carga de trabalho na cabine. Ressalta-se que o padrão de atuação em conjunto, desenvolvido no treinamento, foi alvo de elogio por parte do instrutor, demonstrando que o GRPAe da PM de São Paulo está no caminho certo ao que se refere ao CRM.

Para as aeronaves mais complexas, o GRPAe tem adotado treinamento em simulador de voo com full motion, demonstrando a participação ativa da organização na mitigação de um possível julgamento errôneo por parte de suas tripulações, com conseqüente preservação da vida e do patrimônio.

- Anúncio -

11 COMENTÁRIOS

  1. A Policia Militar de SP, tem adotado o treinamentos de suas tripulações, como fator de extrema importância, para o bom desempenho das suas atividades. O treinamento em simulador de voo, proporcionou, alem do exercício pratico das principais emergências, o treinamento das novas manobras/procedimentos, adotadas pelo fabricante, diante da evolução natural do produto aeronáutico.
    evolução esta, que acontece de forma constante e a qualquer tempo. Portanto o ideal é que se tenha treinamento anual, conforme adotado pelas empresas offshore.

    • Bacana, ver um amigo, realizado e feliz… Parabéns Capitão Moysés…
      Que sua vida continue próspera… é um orgulho tê-lo tido
      como amigo!!!
      Gde abrço

    • Parabéns Capitão Moysés!! Fico muito feliz saber que você está realizado profissionalmente. Desejo muita sorte e saúde! Forte abraço.

  2. Gostaria de parabenizar a Polícia Militar do Estado de São Paulo através do GRPAe pelo belo trabalho que prestam à sociedade paulistana. São homens de garra, disciplina e presteza incomparáveis. Tive contato estreito com esse pessoal em 2009 quando passei junto deles nove meses ensinando e aprendendo muito.
    Quero, em particular, parabenizar duas pessoas as quais prezo muito e que deixaram marcas profundas de amizade e profissionalismo em mim. Os amigos (sem mencionar patentes) Moysés e Bondezan. Duas criaturas de alto nível profissional e que criamos amizade profunda, não param de aprender, de aperfeiçoar, sempre em benefícios seus e do grupo a que pertencem. Tenho em vocês grande admiração pelo empenho em cumprir com dignidade o trabalho ao qual se propõem.
    Abraço.
    Hilton.

    • Grande Cmte. Hilton! Antes de mais nada, obrigado pela deferência! Na verdade , foi nosso o privilégio de poder conviver e aprender contigo e com o Cmte Quintela. Tenham certeza que a contribuição e os ensinamentos que vocês nos deixaram, deram forma e se perpetuam até hoje nas nossas atividades. Vocês fazem parte da nossa história! Grande Abraço!

      • Prezado AMIGO e meu eterno PROFESSOR HILTON!!!!
        Ler suas palavras me deixaram muito feliz, obrigado por fazer parte da historia do GRPAe.
        Você e o Cmt Quintela, 02 aviadores de altíssimo gabarito, nos proporcionaram um aprendizado com ótimo nível técnico e de alta qualidade. Tenho vocês no coração.
        Contem sempre com o GRPAe.

  3. Parabéns aos amigos Águias de São Paulo, em especial aos amigos Bondezan e Said… Hoje o GOA/CBMRO de Rondônia opera em virtude da grande ajuda desses dois abnegados! Bons Voos sempre meus amigos!

  4. Parabéns aos comandantes e aos Águias de São Paulo. Iniciado pelo pioneirismo do GTA do Maranhão no seu EC145 Policial, as aeronaves biturbinas na aviação de segurança pública começam a ganhar mais e mais espaço. Espero que, em pouco tempo, possamos ter uma aviação nacional dominada pela melhoria dos equipamentos, em um novo degrau da aviação de segurança pública. Parabéns e bons voos.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários