Polícia Civil vai reforçar combate ao crime em Porto Alegre

O Serviço de Apoio Aéreo, da Polícia Civil, já tem 23 agentes habilitados para entrarem em ação. Neste mês, 13 se formaram após curso em Capão da Canoa. A previsão é de que a nova unidade, que vai ajudar em ações de repressão ao crime, comece a funcionar até o fim deste ano.

A chegada do helicóptero AS 350 B3, da Helibras, com tecnologia francesa do grupo Eurocopter, cuja fábrica fica em Itajubá (MG), foi adiada de setembro para outubro. “Houve atrasos na homologação dos equipamentos da aeronave devido à greve na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)”, explica o diretor do Departamento de Telecomunicações da Polícia Civil/RS, delegado Francisco Carlos de Oliveira.

O helicóptero poderá usar o hangar duplo da Polícia Rodoviária Federal no Aeroporto Internacional Salgado Filho. O layout final da pintura do helicóptero, nas cores preto e branco, contendo o brasão e o nome da Polícia Civil, já foi definido. Todos os 23 agentes são chamados de “tripulantes operacionais” e são integrantes do Grupamento de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil.

Fonte: Correio do Povo

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns à Polícia Civil gaúcha por esta aquisição, muito adequada ao serviço policial. Mas limitada para o serviço de resgate aéreo
    (MEDVAC).

    • Cada um no seu quadrado…. Os excelentes serviços prestados pela PCRS foram extremamente potencializados com a aquisição das aeronaves…. nada que impeça a ação em uma missão de misericórdia… Parabéns à PCRS,,, contem com este amigo no que for necessário… Bons voos…

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

5 × 2 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários