Polícia Civil/RJ ganha novos policiais pilotos

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Foram 840 horas de muita dedicação. Aulas práticas e teóricas, de legislação, de voo, de resgate no mar, entre muitas outras até que os 12 candidatos aprovados no concurso público para o cargo de piloto policial pudessem comemorar.

Na cerimônia de formatura, que aconteceu na Academia de Polícia Sylvio Terra (Acadepol) na noite desta quinta-feira (22/11), a chefe da Polícia Civil, delegada Martha Rocha, ressaltou a importância da dedicação no trabalho dentro da corporação. “O que faz a diferença nesta administração é a valorização do trabalho. Porque todas as pessoas que estão aqui, estão em razão do seu trabalho, do seu comprometimento”.

A aplicação e o empenho dos alunos também foi um dos temas destacados pelo orador da turma, o piloto Maurício Muller, policial civil desde 2002. Em seu discurso, ele citou os dias de treinamento: “Aulas de educação física, estudos de casos sobre as mais diversas formatações e horas de treinamento de tiro nos levaram a integrar uma nova família, a família policial”, afirmou.

Contudo, o esforço vale a pena, acredita o formado. “Pergunte a qualquer policial, seja ele civil, militar ou federal, qual foi o sentimento que ele teve, num momento de grande dificuldade, ao ouvir a nossa chegada? Pergunte ao banhista que se afoga em qualquer praia, pergunte a quem se perdeu em uma floresta.”

Além do orador, também entrarão para o quadro de pilotos policiais da corporação Ricardo Herter, Fausto Eduardo Perez Iglesias e Felipe Gonçalves Volcov. Os outros oito formados ficarão no cadastro de reserva. Na cerimônia também estiveram presentes a diretora da Acadepol, Jéssica Oliveira, o coordenador da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), Ricardo Barbosa, o subchefe operacional da Polícia Civil, Fernando Veloso, o subchefe administrativo da Polícia Civil, Sérgio Simões Caldas, entre outras autoridades.

Ao final do evento os novos pilotos policiais da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro ouviram o hino da corporação que, em sua letra, ressalta a honra às leis brasileiras. “Agora vocês têm a honra de pertencer a uma instituição que existe desde 1808 e que é a primeira Polícia Civil do Brasil. Uma instituição que mostra que não há como pensar num estado democrático de direito sem pensar na atribuição da Polícia Civil”, afirmou a chefe da Polícia Civil.

Fonte: Polícia Civil/RJ

- Anúncio -

6 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns mais que merecidos aos novos Guerreiros do Ar, em especial ao meu grande amigo Rafael, pela sua dedicação e estudo, que sempre foram notórios desde os tempo de curso preparatório.
    Muitos querem, poucos atrevem-se e só alguns conseguem fazer parte dessa família, que é a Aviação Policial!
    Força e Honra

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários