- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

NÁDIA TEBICHERANE

A vida anda mesmo estranha. O tempo então…Indefinido. Um sentimento contínuo de falta. Tomamos um “perdido” e ainda não conseguimos parar de pé.

Mas precisamos.

Em paralelo, ouvimos e vemos tanta coisa absurda. Uma vontade imensa de me distanciar de tudo que venha dos noticiários, dessa política e tudo que não tem nos ajudado a passar por isso. A cada dia uma crise ridícula que não aceitamos.

Mas precisamos.

Ter que lidar com esses extremos adoecidos, uma polarização que não tem levado a nada produtivo, que não conversa com o que de fato interessa à população. Nenhuma paciência.

Mas precisamos.

Diante de tantas incertezas, tentar reinventar esses dias, entrar pelas frestas das nossas relações mais próximas, fazer algo de bom com esse tempo, tirar coisas marcantes desses momentos com cheiro de álcool em gel. Afinal, é tempo de vida que está correndo.

E a vida, que é linda e incrível, também gosta de brincar de pique some. Passa muitos anos com você, divide lugares e sentimentos e um dia – sem combinar – some e te leva junto.

Viver não está fácil…

Mas precisamos.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários